Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Sexta, 24 de Novembro de 2017
Todas as categorias
Justiça
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Justiça/ Ministério Público rejeita ter notificado ex-Combatente de Pátria, Carmen Pereira

2016-03-21

(ANG) - A Procuradoria-Geral da República (PGR) rejeita ter notificado a Combatente de Liberdade de Pátria, Carmen Pereira por alegada suspeição de crime económico.



Em comunicado de imprensa, o Ministério Público declara que a notificação judicial dirigida a esta histórica dirigente do PAIGC, é da Vara Cível do Tribunal Regional de Bissau, por isso, assinada por uma Juíza de Direito.

No entanto, segundo a mesma nota “o processo em causa correu o seu trâmite normal no Gabinete de Advocacia de Estado", procedimento após o qual o Ministério Público o submeteu, a 23 de Novembro de 2015, "ao Tribunal Regional de Bissau para efeitos de julgamento".

E, conclui o documento, que o Ministério Público, sempre cumprirá com o papel que lhe é reservado pelas leis em vigor na Guiné-Bissau.

"O Ministério Público sendo fiscal da legalidade e titular da ação penal, enquanto advogado do Estado, cumpre e continuará a cumprir simplesmente com o papel que lhe é reservado pelas leis vigentes", conclui.

Segundo o PGR a notificação é do Tribunal dirigida a Carmen Pereira e a outros beneficiários, datada de Dezembro, mas só entregue na passada quinta-feira.

Em causa está a utilidade de apoios financeiros determinados por lei de que Carmem Pereira e outros beneficiaram para tratamento médico no exterior. ANG/QC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw