Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quarta, 19 de Dezembro de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Raimundo Pereira em Bissau/ Ex-Presidente guineense regressa ao pais após quatro anos de exilo

2016-03-21

(ANG) - Raimundo Pereira, Presidente da República interino da Guiné-Bissau deposto no golpe de Estado militar de 2012, regressou no passado dia 18 do corrente mês ao país.



Em declarações à imprensa, à chegada ao aeroporto de Bissau, sobre se o regresso é definitivo, o ex-dirigente foi curto em palavras: "sou um cidadão guineense. Penso que sim".

Após deixar o aeroporto, o antigo chefe de Estado foi recebido pelo actual Presidente guineense, José Mário Vaz, no que Raimundo Pereira classificou à saída como "uma visita de cortesia", sem adiantar mais pormenores, e sem comentar a situação política do país.

Raimundo Pereira assumiu interinamente a Presidência da Guiné-Bissau após a morte, por doença, de Malam Bacai Sanhá, a 09 de Janeiro de 2012, e até à marcação de eleições, que se realizaram a 18 de Março.

Na altura, o ex. Primeiro-ministro, Carlos Gomes Júnior ("Cadogo"), candidatou-se com o apoio do PAIGC e venceu a primeira volta das eleições , mas a segunda ronda, em que deveria enfrentar Kumba Iála, não chegou a realizar-se.

Os militares tomaram o poder num golpe de Estado à 12 de Abril e Carlos Gomes Júnior e Raimundo Pereira abandonaram o país no final do mês - sendo que Pereira voltou pela primeira vez a pisar o solo do seu país, enquanto que "Cadogo" ainda se encontra exilado no exterior. ANG/R. Jovem


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw