Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quarta, 19 de Dezembro de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Crise Política/ Missão da UA diz que a situação deve ser resolvida pelos guineenses

2016-03-21

(ANG) – O Chefe da Missão de Conselho da Paz e Segurança da União Africana (UA), Mass Assi Gye disse que a crise política que o país enfrenta deve ser resolvida pelos próprios guineenses.



Mass Assi Gye, que falava no sábado em conferencia de imprensa no final da missão de três dias que efectuou ao país, disse que a União Africana quer que haja paz no continente, mas o certo é que a Guiné-Bissau deve resolver os seus problemas, porque repousam nos seus ombros.

Aquele diplomata gambiano referiu que a missão não veio para tomar decisões, mas sim recolher informoções necessarias que serão traduzidas em relatrorio à ser entregue à União Africana até ao proximo dia 29 deste mês e que permitirá a organização tomar uma decisão sobre actual situação da Guiné-Bissau.

“Esta missão deveria ter vindo a Guiné-Bissau em 2014, mas União não quer duplicar os esforços. Por isso, deixou a Comunidades Económica dos Estados de África Ocidental (CEDEAO) para tratar da situação. Mas agora é a própria União que vai tomar conta da materia”,esclareceu o Chefe da Missão da União Africana.

Apesar disso, garante que a situação da Guiné-Bissau será tratada seriamente pela União Africana.

Em relação aos 15 deputados em questão no hemiciclo guineense, Mass Assi Gye disse que o caso já se encontra sob alçada da Justiça, por isso a Missão não manteve o encontro com o grupo. ANG/LPG/ÂC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw