Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Sábado, 23 de Setembro de 2017
Todas as categorias
Cooperação
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Regiões/ Populares de Quinara e Tombali enaltecem importância dos projectos financiados pela UEMOA

2016-03-24

(ANG) - Os projectos financiados pela União Económica e Monetária Oesta Africana (UEMOA) nas regiões de Tombali e Quinara melhoraram de forma significativa a vida das mulheres, homens e crianças, dizem alguns dos beneficiários. Secretária regional de Tombali



Em declarações a imprensa no âmbito de um périplo conjunto recentemente efectuado entre membros desta organização sub-regional, responsáveis de algumas instituições estatais ligados aos referidos projectos e a rede de jornalistas para a integração económica no espaço UEMOA a certas localidades daquelas zonas do sul do país, os entrevistados coincidiram nos elogios as realizações efectuadas.
Por exemplo, a Secretaria Regional de Tombali, regozijou-se pelo facto de agora a cidade de Catió ter saído da escuridão, com a colocação de lâmpadas solares no quadro do projecto de iluminação pública financiado pela UEMOA.
Aminata Silla, agradeceu os esforços da UEMOA por ter instalado 40 postes da iluminação nas ruas daquela cidade e ainda pela colocação de 5 kits que captam e distribuem energia solar produzida por painéis nos edifícios Públicos como o Comité de Estado da Região e do Sector, hospital regional, no Liceu e no Centro Juvenil locais.
Maria Augusta Wagna Indami e Alberto Biaguê, ambos citadinos de Catió elogiaram a iniciativa e, por outro lado, solicitaram a UEMOA a instalação de uma Central eléctrica para que a iluminação possa cobrir toda a cidade e tirar Catió da dependência de Bissau em termos de aquisição de gelo para a conservação dos seus produtos perecíveis.
Igualmente Sabado Flif Nadanga, da localidade de Cadupa, do sector de Catió e onde a organização sub-regional construiu um dos 38 furos de agua feitos no quadro do projecto hidráulica rural na região de Tombali, garantiu que doenças como diarreia nas crianças desapareceram daquela tabanca devido a boa qualidade de agua que agora consomem.
"Antes deparávamos com a falta de agua que, no entanto, foi resolvida com a instalação deste furo", esclareceu aquela jovem senhora que exerce as funções de financeira da comissão de gestão da bomba criada pelos próprios populares.
Já na região de Quinara, concretamente na povoação de Farancunda, os pescadores do Rio Grande de Buba, manifestaram também a sua satisfação pelos apoios financeiros e materiais recebidos no âmbito do projecto Rias do Sul, da Secretaria de Estado das Pescas e financiado pela UEMOA.
A melhoria da Gestão das actividades pesqueiras, a concessão do micro-crédito às mulheres para actividades geradoras de rendimento, a alfabetização de adultos é, entre outras, as acções enquadradas no projecto acima referido em Farancunda.
Malam Sambu, um dos pescadores da associação local reconhece que com aplicação deste projecto a pesca melhorou de forma significativa, pois os meios postos a sua disposição permitiu-lhes aumentar a captura, sem por em causa o ecossistema marinho, conservar o pescado e transporta-lo para os mercados.
O sector de Buba também beneficiou de postes de iluminação pública instalados em toda a avenida principal à semelhança de outras cidades do interior do país no quadro do financiamento do espaço comunitário.
A visita às regiões desta missão visa conhecer de perto o estado dos projectos financiados pela UEMOA, nomeadamente "Programa Hidráulica Rural - fase I e II, o projecto de co-gestão das pescas de Rias do Sul, de lâmpadas e kits solares levadas a cabo nas regiões, o mercado comunitário em Bantandjan e centro de produção de sementes melhorados em Contuboel.ANG/JAM/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw