Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Sábado, 23 de Setembro de 2017
Todas as categorias
Ensino
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Ensino Público/ Sindeprof cumpre nova paralisação do sector

2016-04-01

(ANG) – O Governo e o Sindicato Democrático dos Professores (Sindeprof), não chegaram a um acordo que pudesse evitar a greve prevista para próxima segunda - feira, informou hoje o Presidente do Sindeprof.



Laureano Pereira que falava aos jornalistas em conferência de imprensa confirmou a nova paralisação no sector do ensino e disse que tal não se deve a vontade do sindicato. "Estamos a ser empurrados pelo governo”, alegou.

O sindicalista adiantou que tiveram dois encontros recentemente com o governo mas que não surtiram qualquer resultado, porque, segundo disse, “o executivo limitou-se a dar promessas sem mostrar qualquer diligência feita para solucionar o problema dos docentes”.

“No memorando do entendimento assinado entre as partes, o executivo prometeu constar na proposta do Orçamento Geral do Estado (OGE), nomeadamente, a harmonização de letras, o pagamento do retroactivo, problemas de efectivação dos professores, as mudanças de letras entre outros. Infelizmente não foi isso que aconteceu “ , referiu o sindicalista.

Laureano Pereira disse que não desarma enquanto o governo não resolver os problemas dos professores, principalmente no que tem a ver com o aumento de salário mínimo dos professores para 162 mil francos CFA.

A greve que inicia na próxima segunda -feira terá a duração de 10 dias e, caso não surta efeito, o sindicato ameaça desencadear uma outra de 30 dias.ANG/MSC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw