Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 25 de Setembro de 2017
Todas as categorias
Saúde
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Greve de Saúde/ MINSAP promete criar Comissão Inter-ministerial para analisar as reivindicações

2016-04-05

(ANG) - O Ministério de Saúde Pública (MINSAP) comprometeu-se a criar uma Comissão Inter-ministerial com a finalidade de analisar as revindicações dos sindicatos do sector.



De acordo com uma nota de imprensa do MINSAP à que a ANG teve acesso, a referida Comissão Inter-Ministerial será constituída pela própria instituição e os ministérios da Economia e Finanças e da Função Pública.

O documento informa que a Comissão vai ter como mediadora a Ordem dos Médicos da Guiné-Bissau, sublinhando que Já foi cumprido o pagamento de 10 meses de subsídio de vela aos funcionários de saúde, exigida pelos sindicatos do sector.

"O Ministério de Saúde privilegia o diálogo como forma para a resolução de qualquer conflito, e tem consciência clara das consequências da greve para os guineenses", lê-se na nota.

O documento adianta que já foram realizados dois encontros negociais com os sindicatos do sector da saúde presididos pelo Secretário-Geral do Governo, em representação do ministro da Presidência do Conselho de Ministros e Assuntos Parlamentares.

O Ministério de Saúde explica que no que concerne aos récem colocados, as suas remunerações dependem da aprovação de Orçamento Geral de Estado de 2016, acrescentando que o Secretario Geral do Governo, Olívio Pereira prometeu diligenciar para que lhes sejam pagos o subsídio de instalação e de vela.

O Ministério da Saúde Pública apela ao bom senso dos três sindicatos e manifestou total abertura ao diálogo tendo em conta o interesse do país e do povo guineense.

Está em curso desde segunda-feira uma greve geral no sector de saúde e cuja duração é de 7 dias, decretada pelos três sindicatos da área, SINETSA, SINQUAS e STS, que exigem, entre outras, a colocação dos novos ingressos e o pagamento de subsídios de vela aos funcionários dos hospitais.ANG/AALS/JAM/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw