Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Sábado, 21 de Outubro de 2017
Todas as categorias
Desporto
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Futebol/ Guiné-Bissau subiu 45 lugares no ranking da FIFA

2016-04-08

(ANG) - A Guiné-Bissau subiu 45 lugares no ranking da FIFA divulgado quinta-feira pelo organismo que gere o futebol mundial, ocupando agora 102 lugar a frente das selecções como Angola, África de Sul, Gâmbia, Níger e Togo.



Ao nível de África os “Djurtos” ocupa a 27ª posição do ranking da Confederação Africana de Futebol (CAF), e em relação aos países africanos da expressão portuguesa, é a selecção que mais lugares subiram, tendo saído de 147 para 102, seguido de São Tomé e Príncipe, que passou de 174 para 150.

Angola caiu 12 lugares, de 109 para 121, enquanto Moçambique teve uma queda mais ligeira, de apenas uma posição, para o 101.º posto, Timor-Leste desceu cinco lugares, para 175º.

A subida nacional foi graças as duas vitorias frente ao Quénia a contar para qualificação para a taça das nações africanas em 2017,no Gabão.

De acordo com os dados estatísticos da FIFA, desde 1993, esta é a melhor posição da selecção da Guiné-Bissau no ranking da FIFA.

Os “Djurtos” têm dois últimos jogos da fase de qualificação agendados para Junho, com a Zâmbia, e outro em Setembro com o Congo. Caso vença a Zâmbia e o Congo perca com o Quénia na próxima partida, a Guiné-Bissau qualifica-se automaticamente para fase final do campeonato africano em futebol.

A selecção da Guiné-Bissau não possui grandes jogadores de renome internacional, os mais conhecidos são Ivanildo Soares Cassama, que milita na Académica de Portugal, Bocundji Cá, que joga no Paris Futebol Club de França, lecisio Sami, na Turquia e Zezinho que milita no Sporting B de Portugal.

A selecção da Guiné-Bissau nunca participou da copa do mundo nem do campeonato africano em futebol.

O maior feito da selecção nacional ocorreu na Taça Amílcar Cabral, disputada na Mauritânia, em 1983, onde conquistou o segundo lugar, ao perder na final com o Senegal por 3-1. ANG/R. Jovem


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw