Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quinta, 15 de Novembro de 2018
Todas as categorias
Internacional
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Justiça/ Julgamento de Hissène Habré adiado

2015-07-22

(ANG)- O julgamento do antigo Presidente chadiano, Hissène Habré, em Dakar no senegal, por crimes de guerra, tortura, e crimes contra a humanidade, foi suspenso e adiado para o dia 7 de Setembro.



O antigo Presidente chadiano recusa participar naquilo que ele considera ser uma "paródia de justiça, uma vergonha".

O Presidente do Conselho Africano Extraordinário Gberdao Gustave Kam, assistido por dois magistrados senegaleses, decidiu adiar o julgamento iniciado ontem no Palácio de Justiça de Dakar, contra o ex-Presidente chadiano Hissène Habré acusado de crimes contra humanidade, crimes de guerra e crimes de tortura.

Os responsáveis do Conselho Africano Extraordinário encarregue do julgamento de Hissène Habré, adiantaram que o julgamento vai retomar só no próximo dia 7 de Setembro, ou seja após 45 dias de intervalo.

Esta decisão foi tomada para permitir aos advogados de defesa a análise dos documentos. Advogados que foram escolhidos pelo Tribunal para defender Hissène Habré.

A parte civil e as vítimas lamentaram esta decisão do Presidente do Tribunal Especial criado pelo Senegal e a União Africana. As vítimas de Hissène Habré estão determinadas a que justiça seja feita, tendo em conta que o regime de Hissène Habré teria praticado vários assassínios. Agora resta saber, depois de 45 dias de intervalo, como será o comportamento de Hissène Habré, que julga o Conselho Africano Extraordinário ilegal.

ANG/RFI


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw