Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Sexta, 16 de Novembro de 2018
Todas as categorias
Internacional
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Dia de África/ Ban Ki Moon pede alinhamento de agendas mundiais e continentais para o desenvolvimento global

2016-05-25

(ANG) – O Secretário-geral das Nações Unidas alerta para a necessidade dos países alinharem as agendas mundial e continental numa abordagem visando a harmonização, planeamento, implementação e monitorização das actividades para um desenvolvimento sustentável.



Em mensagem alusiva ao 25 de Maio, dia de África, Ban Ki Moon mostra que as duas agendas partilham princípios estratégicos semelhantes, com foco em pessoas, prosperidade, sustentabilidade ambiental, justiça, direitos humanos e parcerias mutuamente responsáveis.

No comunicado, o Secretário-geral da ONU informa que no âmbito da Agenda 2063, as prioridades da África inclui o investimento no seu povo, com ênfase nas mulheres e jovens.

Para Ban Ki Moon, a África também tem a oportunidade de prosseguir com a sua industrialização de uma forma ambientalmente mais sustentável, nomeadamente, através da agricultura climaticamente inteligente, energia renovável e redução da desflorestação.

"Encorajo aos países africanos e seus parceiros a não pouparem esforços para fazer avançar estas prioridades", disse Ban KI Moon salientando que a organização que lidera está empenhada em apoiar esses esforços.

Destacou que as perspectivas económicas de África são boas, apesar do cenário económico global de incertezas. Adiantou que o crescimento deverá aumentar para 4,4 por cento em 2016, em relação a 3,7 por cento registado em 2015.

"Exorto os líderes africanos a usarem esses ganhos para abordar as crescentes desigualdades sociais e económicas, e garantirem que nenhum africano seja deixado para trás. Isto é crucial para combater as causas profundas dos conflitos” , refere a nota.

Ban Ki Moon encorajou também a luta contra o terrorismo, extremismo violento e promoção da paz e a estabilidade, tendo felicitado a iniciativa “ousada” da África em querer "Calar as armas até 2020", que é um dos projectos emblemáticos da Agenda 2063, do Plano de Implementação, o primeiro previsto em dez anos.

O sucesso da implementação destas novas agendas, segundo ele, exigirá uma parceria de cooperação renovada para o desenvolvimento entre os governos africanos, entidades das Nações Unidas, a Comissão da União Africana, a Agência da NEPAD, as comunidades económicas regionais e os parceiros de desenvolvimento.

O líder da ONU adiantou que o sector privado também tem um papel fundamental a desempenhar na criação de postos de trabalho, promovendo a inovação de tecnologias e serviços, e no apoio a transição da infra-estrutura maciça necessária para cumprir os objectivos de desenvolvimento sustentável de África.

“No Dia de África, exorto todas as partes interessadas, a apoiarem a visão transformadora estabelecida nos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável e Agenda 2063. O que é bom para a África é bom para o mundo” , sublinha em mensagem, Ban Ki Moon.

A União africana (UA), comemora o Dia da África que se assinala hoje com o lema;” Direitos Humanos com especial incidência sobre os Direitos das Mulheres”.

O lema tem como objectivo, demonstrar o compromisso dos líderes africanos de colocar as mulheres à frente nos esforços de implementação da Agenda 2030 e 2063, em relação ao Desenvolvimento Sustentável.

ANG/MSC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw