Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 21 de Agosto de 2017
Todas as categorias
Cultura
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Cultura/ “Trabalhar com músicos de nova geração está a ser uma experiência gratificante”, diz Mic Sty

2016-05-27

(ANG) – O Compositor, Interprete e Produtor guineense Nicolau Carlos Pires Júnior vulgo “Mic Sty” que de 2008 à 2010 foi eleito melhor produtor ao nível do pais, disse hoje ter ganho muitas experiencias como produtor graças aos músicos da nova geração.



Em entrevista exclusiva à Agência de Notícias da Guine (ANG), Mic Sty revelou que não foi nada fácil trabalhar durante anos ao lado dos músicos da nova geração guineenses, no entanto disse ser uma experiencia gratificante.

“Trabalhar com as pessoas que não têm ainda o domínio no que gosta e pretende fazer, não é nada fácil, porque muito deles chegavam ao meu estúdio sem dominar as técnicas de interpretar ou de enquadrar com o “instrumental bit” e isso, dificultava-me bastante gravar este músico com perfeição”, destacou o Produtor.

O músico produtor admitiu ainda que apesar de ter enfrentado muitas dificuldades ao longo dos anos em que trabalhou ao lado dos músicos da nova e velha geração guineenses, aprendeu bastante no que toca com a produção, razão pela qual o seu trabalho é muito apreciado pela sociedade guineense.

Mic Sty critica o facto de ate agora nenhum governo se lembrou de reabilitar a antiga escola de musica, paralisada desde a a década de 80.

“Os músicos guineenses, estão a fazer hoje um bom trabalho, graças aos seus esforços e a humildade na relação entre ambos Os que têm domínio num certo ângulo musical transmitem aos seus companheiros”, disse Mic Sty.

Lamentável a situação em que vivem os artistas na Guiné-Bissau.

“O direito de autor aqui não está mesmo a jogar o seu papel. As obras dos músicos assim como dos artistas plásticos não são protegidos por quem de direito, e tudo isso esta a contribuir, dia a dia, para matar a nossa arte”, lamentou o produtor.

Nicolau Carlos Pires Júnior vulgo “Mic Sty”, subiu ao palco pela primeira vez em 01 de Junho de 1987, e como músico profissional, o produtor cantor iniciou em 1999, e já no que toca com a carreira da produção, Mic Sty produziu os seus primeiros “Instrumentais bit” em 2003.

ANG/LLA/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw