Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 25 de Setembro de 2017
Todas as categorias
Saúde
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Saúde Pública/ Ministério lança campanha de vacinação contra Meningite

2016-05-31

(ANG) - O País vai realizar brevemente uma campanha nacional integrada gratuita de vacinação contra a Meningite “A” e de desparasitação destinada as pessoas de 1 a 29 anos incluindo as mulheres grávidas, anunciaram hoje em Bissau as autoridades sanitárias.



Será igualmente realizada a desparasitação com Vitamina- A das crianças de 6 a 59 meses e com Mebendazol para os indivíduos de 12 aos 59 meses.

A propósito, o Ministério da Saúde Pública , em parceria com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Organização das Nações Unidas para Infância (UNICEF), pede a colaboração dos órgãos de comunicação social na campanha de sensibilização da população em geral sobre a importância da vacinação, sobretudo, das crianças.

O Responsável para área de vacinação da OMS, Sido Biai referiu, na ocasião, que a Meningite é causada por vários tipos de bactérias ou de vírus que provocam a inflamação das meninges (membranas protectoras finas do cérebro e medula espinhal), de origem infecciosa.

A transmissão de bactérias de meningite é de pessoa para pessoa, geralmente através de gotículas de secreções respiratórias ou de tosse do doente.

Sido Biai explicou que os sintomas são febre alta, dores de cabeça, dificuldade de olhar para baixo e a fotofobia.

A campanha, segundo Biai, visa contribuir para a eliminação das epidemias da meningite “A” como problema de Saúde pública no país estando prevista que a campanha atinja 70 por cento da população ou seja 1.275.352 pessoas, das 11 Regiões abrangidas pela campanha durante este ano.

Sido Biai disse que as razões da realização da campanha se devem ao facto de a Guiné-Bissau fazer fronteira com os países africanos da cintura de meningite , caracterizada por factores que favorecem a ocorrência de epidemias, tais como viagens e grandes movimentação da populações, más condições de vida e superlotação da população, entre outras.

Em relação a desparasitação disse que perspectivam atingir pelo menos 90 por cento das crianças de seis a 59 meses de idade e igual número com pessoas de 12 a 59 anos.

ANG/LPG/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw