Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Terça, 18 de Dezembro de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Crise política/ Bispos da Igreja Católica apelam a paz e diálogo construtivo

2016-06-01

(ANG) – Os Bispos da Diocese de Bissau e Bafatá, respectivamente Dom José Câmnate na Bissign e Dom Pedro Carlos Zilli apelaram hoje aos actores políticos, em particular os titulares de órgãos de soberania para serem perseverantes nas suas acções políticas na procura da paz, do diálogo construtivo e inclusivo, tendo em vista a convivência democrática e a estabilidade político-governativa.



O apelo dos dois Bispos consta numa carta assinada pelas duas entidades superiores da Igreja Católica, e que representa a contribuição da Igreja Católica para a resolução da crise política vigente no país.

Referiram na carta que a classe política deve assumir com firmeza o seu compromisso político de servir com dignidade e sentido de missão de cidadania ao povo guineense criando condições políticas para um diálogo e uma parceria estratégica entre as Instituições da República, com vista a edificação de um Pacto de Estabilidade para a governação.

“Apelamos os guineenses, no seu todo, para que sejam perseverantes na luta comum por um país melhor. Por um país de homens e mulheres comprometidos com a verdade, liberdade, paz, o progresso e a justiça”, exortaram.

Na mesma carta os Bispos apelaram também as forças de Defesa e Segurança para que continuem as suas missões de manter a ordem e a segurança das pessoas e das instituições da República;

Da mesma forma, aconselharam aos Magistrados para que continuem a promover a justiça em conformidade com a missão que lhes foi confiada pelo Estado de direito democrático.

À Comunidade Internacional pediram para que continue a ser solidária e a ajudar o povo guineense a realizar as suas aspirações mais profundas.

Por último, convocaram os crentes para que confiem à Deus a situação do país, na certeza de que “se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os construtores”.

O referidos Bispos manifestaram as suas posições num momento em que o país se encontra mergulhado numa escalada de crise política que tem fragilizado as instituições do Estado, agravando a situação económica do pais, vulnerabilisando ainda mais as populações.

AGN/FGS/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw