Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Todas as categorias
Desporto
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Guiné-Bissau/Futebol/ Apuramento "inédito" ao CAN 2017

2016-06-06

(ANG) - A Guiné-Bissau garantiu no sábado um lugar na edição 2017 da Taça das Nações Africanas (CAN) em futebol, ao vencer no seu reduto a Zâmbia por três bolas a duas e face ao desaire do Congo no Quénia, por 1-2, em encontro da quinta e penúltima jornada do Grupo E.



A uma jornada do final, a formação guineense soma 10 pontos, contra seis de Congo e da Zâmbia e quatro do Quénia, que somou o seu o primeiro triunfo.

Na fase final do CAN/2017, que se realiza de 21 de Janeiro à 12 de Fevereiro, no Gabão , a Guiné-Bissau junta-se ao país anfitrião, à Argélia, aos Camarões, ao Egipto, a Marrocos e ao Senegal.

No sábado, a Guiné-Bissau recebeu e bateu a Zâmbia por 3-2, com golos de José Luís Lopes, aos 14 minutos, de grande penalidade, Frederic Mendy, aos 35, e Toni Brito, já nos descontos, aos 90+3.

Pelos zambianos, marcaram Kalaba, aos 26 minutos, e Katongo, aos 51 minutos.

A turma nacional comandada pela dupla Baciro Candé e Romão dos Santos começaram a partida num sistema 4-3-3 o que lhe permite assumir as jogadas ofensivas em lances protagonizadas pelo capitão Bocundji Cá e do médio ofensivo Zezinho.

A selecção da Guiné-Bissau não deu tréguas ao último reduto dos zambianos através dos seus possantes avançados com destaque para o estreante Frederic Mendy que protagonizou o lance de grande penalidade que originou o primeiro golo da turma nacional.

A poderosa selecção zambiana não baixou os braços graças ao solidez do seu meio campo comandado pelo veterano Kalaba até conseguir o empate aos 26 minutos da partida.

A selecção da Guiné-Bissau com apoio do seu público que encheu o Estádio Nacional 24 de Setembro fez o dois a um por intermédio de Frederic Mendy aos 35 minutos num cruzamento da linha de fundo do extremo Idy Computador, resultado em que foram para o intervalo.

No reatar do segundo tempo da partida a turma da Zâmbia entrou a comandar no jogo aproveitando a quebra física da linha intermediária da Guiné-Bissau e igualou a partida aos 51 minutos por Katongo.

O tento da vitória da selecção nacional foi apontado já ao cair do pano por intermédio do igualmente estreante Tony Sá Brito.

ANG/ÂC/JAM/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw