Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quarta, 23 de Agosto de 2017
Todas as categorias
Cultura
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Música Rapp/ Dr Gaus proclama músicos como melhores amigos do povo nos últimos 10 anos

2016-06-09

(ANG) – O músico guineense da nova geração, Gaudêncio Vaz Martins conhecido com o nome artístico de “Dr Gaus”, considerou hoje que nos últimos 10 anos, o melhor amigo do povo guineense, são os músicos.



“O melhor amigo que tiveram e que esteve sempre ao lado deles nos momentos ruins e bons ao longo destes anos, são os músicos”, disse em entrevista à Agência de Noticias da Guiné(ANG) .

Doutor Gaus sublinha com satisfação, que para além do seu estilo preferido que é o Rapp, os outros estilos musicais evoluíram bastante e fizeram bons trabalhos para relançar a música guineense.

O cantor recorda que durante o aparecimento do estilo “Rapp” na Guiné-Bissau, os primeiros músicos deste estilo eram vistos pelos mais velhos como delinquentes.

“E isso foi nos princípios de 1995 ate 1999, porque a partir de 2000 até a data presente houve mudança em termos de visão e pensamento dos nossos pais, tios, mães e tias" frisou acrescentando que deste período para cá os rappers têm proferido mensagens positivas que terão contribuído para a mudança de mentalidade "dos mais velhos".

Para Gaus, um Rapper deve ser visto como um poeta, ou um sociólogo ou filósofo, psicólogo ou cientista social ao mesmo tempo político, “porque o mundo da literatura faz com que as suas mensagens sejam transformadas de literatura para a realidade melódica”.

Questionado sobre o que fazer para que a música guineense possa ser consumida no mercado exterior, o Rapper disse que é preciso que o governo, através do Ministério da Juventude Cultura e Desporto (MJCD), passar a promover anualmente os festivais para os Rapperes e outros estilos.

“Acredito que desta forma os nossos músicos e artistas plásticos poder ão expandir os seus trabalhos no estrangeiro”, referiu.

Dr Gaus iniciou a carreira musical, no agrupamento “MVD Positivo” que significa Mensageiros da Verdade, ao lado dos colegas Iano e Zezinho que se encontram no estrangeiro, mas disse que só em 1997 conseguiu afirmar-se como músico.

“Nesse agrupamento, enquanto músicos fomos vencedor do primeiro Festival de Rapp organizado pela Geração Nova de Tiniguena, em parceria com o agrupamento Vatos Locos de “Chão de Papel” em 2000”, afirmou Dr Gaus.

De acordo com Dr Gaus, o grupo MVD produziu “12” faixas musicais, e em 2002, com a ida dos dois colegas ao estrangeiro decidiu seguir a sua carreira a solo, e conta já com “30” faixas lançados no mercado, e que aguardam o dia de serem editados em CD.

ANG/LLA/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw