Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 20 de Novembro de 2017
Todas as categorias
Saúde
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Saúde pública/ Campanha de vacinação contra Meningite inicia na próxima sexta- feira

2016-06-10

(ANG) – O Ministério da Saúde Pública vai iniciar na próxima sexta feira, dia 17 , uma campanha nacional integrada gratuita de vacina contra a Meningite “A” e de desparasitação destinada as pessoas de 1 à 29 anos, incluindo as mulheres grávidas.



O anúncio foi feito hoje pelo Director-geral dos Serviços de Prevenção e Promoção do Ministério da Saúde Pública, Nicolau de Almeida, numa entrevista à Agência de Notícias da Guiné (ANG), sobre as medidas de prevenção contra doenças mais transmitidas durante a época chuvosa.

Nicolau de Almeida acrescentou que a campanha se estenderá até ao dia 30 deste mês, tendo referido que a época chuvosa exige um redobrar dos cuidados de higiene, limpeza e tratamento de água para consumo humano.

O Director-geral da Prevenção e Promoção do Ministério da Saúde Pública reconhece que a água da chuva facilita a ocorrência de doenças parasitárias, sobretudo aqueles que são transmitidas pela água, tais como o Paludismo, a Cólera e doenças respiratórias e diarreicas.

Almeida disse que algumas medidas individuais e simples podem ser tomadas para minimizar os riscos de contágio e propagação dessas doenças.

Citou o caso de Cólera - uma infecção causada pela bactéria “vibrio Cholerae” e que pode ser adquirida através da água e de alimentos contaminados, para explicar que a bactéria após ser ingerida, instala no intestino , onde produz uma toxina que ataca as células intestinais provocando diarreia grave.

Como medido de prevenção, recomenda o tratamento da água com duas gotas de lixivia por cada litro de água ou então que a água seja filtrada, fervida e ser bebida 30 minutos depois.

Ainda em jeito de prevenção, disse que os alimentos crus (frutas, verduras e legumes), devem ser lavadas com água e sabão antes de serem consumidas.

Alertou ainda sobre a necessidade de não deixar lixos em esgotos e ao ar livre, porque além de atrair roedores dificulta o escoamento da água.

Ainda em relação ao paludismo, Nicolau recomenda o uso de tendas impregnadas, a eliminação de agua estagnada perto das casas, a remoção de garrafas vazias e pneus velhos, “porque são esconderijos de mosquitos que provocam o paludismo.

Quanto as crianças disse que elas devem ser protegidas de águas estagnadas para prevenir a transmissão de doenças provocadas pelos parasitas.

Nicolau de Almeida, lamentou, entretanto, o aumento da hipertensão e de diabetes no país, sublinhando que tal aumento se deve ao elevado consumo de sal e caldo de galinha, que acabam por criar dificuldades na circulação sanguínea e consequentemente estimular ataque cardíaco.

Como prevenção contra esses males recomenda a prática de exercícios físicos regulares, e o consumo moderado de sal e outros alimentos gordurosos.

ANG/LPG/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw