Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 25 de Setembro de 2017
Todas as categorias
Agricultura
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


África/ Jornalistas africanos reforçam capacidade sobre desenvolvimento da agricultura

2016-06-13

(ANG) - Cerca de cinquenta jornalistas oriundos de todas as regiões da Africa iniciaran hoje em Abidjan, Costa do Marfim, uma acçao de formaçao para o reforço de capacidade na cobertura de assuntos ligados a agricultura.



Organizado pela Iniciativa dos Médias para a Africa (AMI), uma organização que vela pela melhoria de condiçoe de trabalho dos jornalistas em todo o continente, o evento, que termina no próximo dia 16 do mes em curso, conta com o financiamento do Banco Mundial.

Os promotores da iniciativa pretedem a criaçao de uma massa crítica de jornalistas qualificados especializados no tratamento de assuntos ligados ao sector agrícola, capazes de sensibiliar os decisores sobre a importancia deste sector nos respectivos países e regiao.

O reforço de capacidade dos participantes na recolha e análise dos dados sobre a agricultura para produzir um artigo sobre o assunto que satisfaça a populaçao e a criaçao de condiçoes para o enriquecimento de debates a escala nacional e regional sobre o sector agrícola, constam igualmente no rol dos objectivos deste atelier.

De acordo com o Banco Mundial, a agricultura representa 60 por cento das actividades economicas e de receitas na maioria dos países africanos, mas, no entanto, este sector recebe muito pouca cobertura mediática, ou seja qualquer coisa como menos de 10 por cento em relaçao aos discursos político-económico nacionais.

Segundo um inquerito efectuado pela AMI junto aos principais mercados da imprensa no continente, as informaçoes sobre o sector agrícola sao mal transmitidas e, muitas vezes, se limitam apenas aos comunicados de imprensa e a um numero crescente de mensagens vindos de blogs e das redes sociais.

"O défice de informaçao e análise da agricultura conduz nao somente a uma limitaçao de conhecimento público sobre o que realmente se passe na área agrícola, mas tambem a uma generalizaçao de falsas ideias sobre o lugar do sector no seio da economia nacional e regional.

Na sessao de abertura deste seminario, o director de operaçoes do Banco Mundial na Costa do Marfim, Pierre Laporte destacou que a organizaçao traça como priordade para a Africa a agricultura e a Energia, pelo que é preciso que estados africanos se alinhem nesse sentido.

Por seu lado, Eric Chinje, Presidente Director Geral da AMI considera mesmo que a imprensa africana nao joga o seu papel no que se refere ao destaque da importacia da agricultura para o continente.

"é tempo de fazer os dirigentes compreenderem o que a agricultura representa para o desenvolvimeno dos nosssos países através das reportagens que sao feitas sobre a importancia da agricultura", disse.

O primeiro dia dos trabalhos ficou igualmente marcado por sessoes de debate sobre os temas : o papel da imprensa no desenvolvimento, a imprensa como motor de mudanças, entre outros e ainda a projecçao de video-conferencia a partir de Dakar, Senegal sobre o projecto do Banco Mundial denominado Agriculture Global Practice (AGP).

Jose Augusto Mendonça e Salvador Gomes, enviados especiais da ANG a Abidjan, Costa do Marfim


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw