Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quarta, 14 de Novembro de 2018
Todas as categorias
Internacional
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Internacional/ Bispos e Governos de África unidos em defesa da família

2016-07-27

(ANG) - Os bispos católicos participantes na décima sétima assembleia plenária do Simpósio das Conferências Episcopais de África e Madagáscar (SECAM) exprimiram recentemente em Luanda a vontade de trabalhar com os governos do continente e a União Africana (UA) para a promoção, protecção e dignidade da família em África.



A disponibilidade está contida no documento final da plenária encerrada com uma missa, no Pavilhão Multiusos do Kilamba.Lida pelo arcebispo de Saurimo, D. José Imbamba,

O documento exprime a solidariedade para com as famílias do Sudão, Somália, Lesoto, Burundi, Nigéria, Camarões, República Centro Africana, Chade, Egipto, Líbia, dos migrantes e refugiados que atravessam momentos difíceis.

Os bispos do SECAM encorajaram os países membros da União Africana na defesa da família e repudiam as organizações que pretendem impor políticas anti-natalistas, contrapondo os valores morais e culturais de África e da fé cristã.

A maior organização eclesiástica do continente apoia de forma activa as iniciativas dos governos que procuram garantir a dignidade e a promoção da família, os seus valores e a melhoria das condições de vida da população e dos jovens.

Na leitura do documento final, o arcebispo de Saurimo frisou que o matrimónio e a família estão estreitamente ligados.

Por isso, as condições de precariedade e pobreza, a exclusão social, o impacto das novas tecnologias nas famílias, a ideologia do género, a família monoparental, os casais divorciados, o aborto, a poligamia, as migrações, as divisões na família, a crença no feitiço e na bruxaria, a falta de emprego, dentre outras, devem ser um desafio para todos os governos e instituições do continente.

O encontro, que reuniu sete cardeais, 80 bispos, secretários-gerais das Conferências Episcopais Regionais Nacionais de África e representantes de agências parceiras de outras Conferências Episcopais extra-continentais exortaram os partidos políticos em conflito no sentido de buscarem a paz através de um diálogo inclusivo e construtivo.

A assembleia plenária do Simpósio concluiu que a família é a beleza do matrimónio e que a saúde de toda a sociedade depende da saúde da mesma. “O futuro da família está no seio da nossa missão, é para nós o berço da vida, do crescimento e da sua realização, ela é um dom do amor de Deus e garante do futuro das nossas sociedades, se continuarmos a empenhar-nos em defendê-la de tudo quanto ameaça a sua integridade”, concluiu.

O Papa Francisco refere que é na família que a pessoa humana nasce e se realiza. “Nela recebe a educação e adquire os valores para a sua integração na igreja e na sociedade”, cita o documento.

O reeleito presidente do Simpósio das Conferências Episcopais de África e Madagáscar (SECAM), D. Gabriel Mbilingi, convidou os fiéis católicos e não católicos espalhados pelo mundo a rezarem a favor dos jovens do continente africano e suas ilhas.

O novo Conselho Presidencial é liderado por D. Gabriel Mbilingi, reeleito para um segundo mandato, e tem como vice-presidentes D. Mathieu Lebouakehan, bispo de Mouila (Gabão) e D. Anton Sipuka Simtembele, bispo de Umtata (África do Sul).

ANG/JA


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw