Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quarta, 12 de Dezembro de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


ANP/ Comissão Permanente volta a reunir-se hoje para marcação da data de debate do Programa do Governo

2016-07-29

(ANG) - A Comissão Permanente da Assembleia Nacional Popular da Guiné-Bissau volta a reunir-se hoje para encontrar uma data consensual para apreciação do programa de governo de Baciro Djá, depois de uma reunião quinta-feira que foi inconclusiva.



A ANG apurou que os membros da Comissão Permanente pertencentes ao Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo-Verde (PAIGC) voltaram a pôr na mesa um pedido de esclarecimento sobre a situação dos 15 deputados expulsos do partido.

Em declarações à imprensa após o encontro, o 1ºvice-presidente da ANP e membro da Comissão Permanente, António Inácio Correia disse que o seu partido ganhou as recentes eleições e não pode andar a reboque de um partido que perdeu e que venceu através de meios “escuros”.

Inácio Correia disse que o Programa denominado Terra Ranka é da autoria do PAIGC, porque está registado na ANP como um documento desta formação politica tendo esclarecido contudo que o documento só será de todos os guineenses se for aprovado pelos deputados, mas enquanto isso não acontece é da autoria do PAIGC

Para o líder da Bancada Parlamentar do Partido da Renovação Social (PRS), o governo solicitou o agendamento do seu programa desde passado dia 26 de junho e de lá à esta parte, a ANP está a fazer tudo para não marcar a data, apesar de o presidente, Cipriano Cassamá ter perspetivado a sua apreciação entre os dias 1 e 2 de Agosto.

Certório Biote disse que o programa que o PAIGC reclama ser da sua autoria é um documento nacional, por que o país desde a independência sempre tem um projecto de desenvolvimento. Biote cita os casos de “Djitu tem, DENARP 1 e 2 e agora esta denominado de “Terra Ranka”, que foi apresentado aos parceiros na Mesa Redonda de Bruxelas no ano passado.

ANG/LPG/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw