Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Sexta, 22 de Setembro de 2017
Todas as categorias
Regiões
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Regiões /São Domingos/ Administrador aponta formação juvenil como prioridade de seu mandato

2015-08-04

(ANG) - O Administrador de Sector de São Domingos apontou a formação dos jovens locais como sua prioridade , sustentado que, assim, no futuro, estarão melhor preparados para responder aos desafios que a modernidade exige.



Helmer Baticã Ferreira fez estas declarações em entrevista à Agência de Notícias da Guiné-ANG.

“Temos um centro de formação local, o CENFOR, e estamos a ver no âmbito do nosso programa do desenvolvimento sectorial como poderemos reforçar este centro, que já lecciona os cursos de informática, carpintaria, serrilharia e electricidade, mas não tem outros cursos fundamentais a nível de construção civil e na área do turismo . E esta zona tem grande potencialidades turísticas” , disse Baticã Ferreira.

O administrador referiu que o governo central, provavelmente vai criar uma escola de turismo em Cacheu, tendo aconselhado aos jovens de São Domingos ase inscreverem naquele estabelecimento de formação preparando assim para as concorrências futuras, onde a formação irá contar e muito.

Helmer Baticä Ferreira afirmou que o hospital local está em boas condições, mas não consegue atender à todos .

“Constatamos também que o hospital de São Domingos não tem cozinha ou seja não serve refeição aos doentes internados. São os familiares que trazem comida ao hospital, e muitos moram muito longe do hospital. Em distâncias de 30 quilómetro através de meios de transportes inadequados, por isso, pensamos que é urgente criar um serviço de cozinha “ refere o Administrador.

Aquele responsável da administração sectorial disse ainda que se o governo conseguir alcatroar a estrada que liga aquela cidade à vila de Varela vai ser uma iniciativa importante para o turismo naquela localidade. Helmer Baticã mostrou a sua preocupação em relação a zona de Cabo Roxo, uma zona pertencente a Guiné-Bissau mas que considera que é esquecida, embora ,segundo as suas palavras, está a ser invadida de uma forma rápida pelo vizinho Senegal.

“Estamos confiantes que, com está geração de políticos e os novos governantes que temos, vão tudo fazer para não deixarem o nosso país perder nenhum pedaço do seu território. Está zona segundo as informações de que disponho, tem potencialidades turísticas talvez acima de Varela, é um espaço que temos que explorar “ , disse.

São Domingos, segundo Baticä Ferreira , é um sector viável porque está na linha da fronteira e tem ligação com o Senegal, através de Ziquinchor e oferece uma grande vantagem em termos de facilidades de troca de produtos entre a Guiné-Bissau e o Senegal.

O administrador de São Domingos exerce essas funções há oito meses e disse ter deixado tudo para aceitar o desafio confiante de que o governo actual vai dar uma atenção especial ao interior do país. Afirmou que de momento a administração não tem uma única viatura pelo que tem recorrido à terceiros cada vez que for necessário .

Disse que mesmo para o funcionamento normal dos seus serviços há vários problemas que ainda estão por solucionar.

ANG/MSC /SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw