Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quarta, 22 de Novembro de 2017
Todas as categorias
Cooperação
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Cooperação/ Rússia promete reforço nas áreas de pescas, mineração e ensino

2016-08-05

(ANG) – O embaixador da Rússia no país afirmou que o seu país pretende reforçar a cooperação com a Guiné-Bissau nas áreas de desenvolvimento, nomeadamente pescas, mineiros e ensino.



Alexander Egorov fez esta declaração a saída da audiência com o ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação Internacional (MNECI), Soares Sambu.

O diplomata russo disse que discutiu com o ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação Internacional sobre as diferentes áreas de cooperação existentes entre os dois países e que representam uma boa perspectiva para o desenvolvimento.

Por outro lado, Alexander Egorov revelou que o seu país vai, este ano, por a disposição, da Guiné-Bissau de 46 bolsas de estudos.

“No encontro que tivemos com o ministro da Educação conseguimos, para este ano, mais 21 bolsas de estudos para o país, além dos 25 distribuídos anualmente pela república da Rússia”, explicou tendo prometido evidenciar mais esforços no sentido de obter mais bolsas para a Guiné-Bissau.

Questionado sobre se o problema de exploração da areia pesada de Varela não foi também tema deste encontro, Alexander Egorov respondeu afirmativamente , mas mostrou-se desapontado pela forma como um jornal guineense teria abordado o mesmo assunto.

«É um jornal respeitado no país, que publicou hoje uma notícia onde fez mistura de factos e sem ter fundamentos sobre o assunto”, indicou.

A exploração de areia pesa de Varela por uma empresa russa tem gerado muita polémica devido, sobretudo aos protestos de populares de Varela, Norte da Guiné-Bissau, que reclamam, como contrapartida, melhoria das suas condições de vida, pelas transformações ambientais que a exploração impõe.ANGG/FGS/JAM/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw