Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 17 de Dezembro de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Política/ PAIGC exige demissão do governo

2016-08-11

(ANG) - O Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo-Verde (PAIGC) exigiu segunda-feira a demissão do actual governo liderado pelo Baciro Djá uma vez que não entregou o programa de governação no prazo de 60 dias.



A exigência foi feita pelo secretário nacional do PAIGC Aly Hijazi após um encontro com o presidente da Assembleia Nacional Popular Cipriano Cassamá.

“O presidente da República não pode ter duas posições para resolução do mesmo assunto. Ele demitiu o governo de Carlos Correia alegando que não tinha apresentado o programa de governação na ANP no prazo de 60 dias, então o igual está acontecendo com o de Baciro Djá, de modo que deve ser demitido”, exigiu Hijazi.

Sublinhou que os deputados não devem receber o programa de governação do Baciro Djá fora de prazo de 60 dias, da mesma forma que faziam com o de Carlos Correia.

Por outro lado, Aly Hijazi sublinhou que o seu partido não irá compactuar com o governo de iniciativa presidencial uma vez que o PAIGC é que venceu as eleições legislativas.

“Se existe algo para discutir sobre assuntos da governação deve ser entre o PAIGC e PRS. Não cabe ao Presidente da República envolver nos assuntos de governação ou de criar um governo da iniciativa presidencial”, disse secretário nacional.

Aly Hijazi explicou que o bloqueio do país começou com a queda do governo de Simões Pereira, em Agosto de 2015 e que tudo isso é provocado pelo presidente José Mário Vaz.

ANG/AALS/JAM/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw