Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quinta, 13 de Dezembro de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


PCD/ Deputado Victor Mandinga responsabiliza órgãos da soberania pela crise vigente no país

2016-08-19

(ANG)- O deputado do Partido de Convergência Democráta (PCD) Victor Mandinga responsabilisou quinta-feira os órgãos da sobernania e a classe política pela crise que abala o país nos ultimos tempos.



Em conferencia de imprensa, o deputado guineense sustentou que o país está em crise porque os governantes falharam na construção do estado democrático.
br> Victor Mandinga sublinhou que as providências constitucionais exercidas pelo Presidente da República esgotaram-se e que lhe resta simplesmente a dissolução do parlamento.
br> “A iniciativa de convocação da sessão extraordinária pelo Presidente da Republica para além de ser polémica juridicamente a luz das disposições previstas no regimento de ANP, é politicamente conflituosa”, considerou o deputado de PCD .
br> O deputado referia-se a uma eventaul convocacao de uma sessão extraordinária do parlamento para que seja debatido o Programa do governo, volvidos mais de dois meses após a formacao do executivo.
br> Acrescentou que, se for o caso, sem uma prévia interdependência e harmonização de posicionamento político da mesa de ANP, da conferência de lideres e da comissão permanente, essa convocacao conduzirá à situações “muito desajeitadas” durante o funcionamento da sessão plenária extraordinária.
br> Mandinga disse que para solucionar a sirtuação da crise no país é necessário assumir o compromisso de que o programa “Terra Ranka” submetido pelo PRS e grupos dos 15 não será debatido na Assembleia Nacional Popular.
br> “A situação da Guiné-Bissau não pode simplesmente ser resolvida com eleições gerais antecipadas, mas sim com a consciência dos governantes no que concerne ao bem do país”, afirmou o deputado.
br> ANG/AALS/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw