Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quarta, 12 de Dezembro de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


ANP/ Deputado Victor Mandinga nega ter assinado o requerimento para convocação de uma sessão extraordinária

2016-08-23

(ANG) - O deputado do Partido da Convergência Democrática (PCD) Victor Mandinga negou esta segunda-feira ter assinado o documento que convoca uma sessão extraordinária de Assembleia Nacional Popular para a discussão e eventual aprovação do programa do governo.



Victor Mandinga, em declarações à Rádio Sol Mansi, disse que o documento que os dois deputados do PCD assinaram era um pedido de reunião com o Presidente da ANP e não um requerimento para a convocação de uma sessão extraordinária.

“Eu pessoalmente não assinei nada, mas o meu homólogo do partido assinou no meu nome sem saber que o documento era feita com objectivo de discutir a aprovação do programa de governação”, explicou Mandinga.

Acrescentou que o país não depende do governo de inclusão ou de unidade nacional para sair da crise vigente, mas sim de um executivo capaz de cumprir com as suas obrigações de governação, de modo a promover paz e desenvolvimento para o país.

O deputado do PCD afirmou que o governo de Baciro Djá jamais poderá conseguir financiamento com o programa “Terra Ranca”, justificando que o mesmo foi feito para 4 anos, e que se não houvesse a interrupção da governação do Domingos Simões Pereira o cenário podia ser diferente.

“É necessário um novo programa correspondente ao período restante de governação, porque só assim é que se pode fazer algo de positivo para o país”, alertou Victor Mandinga.

Sublinhou que o seu partido deseja simplesmente a união de forma a ultrapassar a situação da crise e não as confusões que possam gerar mais problemas.

Um dos deputados expulso do PAIGC, Rui Diã de Sousa afirmou na manhã de segunda-feira que o requerimento da convocação de uma sessão extraordinária da ANP para a discussão e aprovação do programa de governação foi assinado por 41 deputados de PRS, 15 deputados expulsos do PAIGC, 2 do PCD e 1 do PND.

ANG/AALS/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw