Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Sexta, 22 de Setembro de 2017
Todas as categorias
Regiões
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Canchungo/ Vítimas mortais do desmoronamento de edifício aumentam para nove

2015-08-05

(ANG) – O numero de mortos em consequência do desmoronamento segunda-feira de um edifício de cinco pisos inacabado em Canchungo, Norte da Guiné-Bissau subiu para nove, entre os quais duas crianças.



Bissau,05 Ago.15(ANG) – O numero de mortos em consequência do desmoronamento segunda-feira de um edifício de cinco pisos inacabado em Canchungo, Norte da Guiné-Bissau subiu para nove, entre os quais duas crianças.

São agora nove mortos dos quais duas crianças e dois feridos graves é o balanço do desmoronamento de um prédio inacabado de cinco pisos no passado dia 3 de Agosto na cidade de Canchungo norte da Guiné-Bissau.

Segundo a Rádio Difusão Nacional, duas pessoas retiradas dos escombros se encontram em estado considerado grave.

o Presidente da República em comunicado, reagiu com profunda dor e consternação e disse que acompanha atentamente a situação e promete em coordenação com o Governo dar apoios necessários às famílias enlutadas.

O Governo através do Gabinete de Comunicação e Informação manifesta a sua solidariedade para com os familiares das vitimas.

Na referida nota de condolência o Gabinete do Primeiro-Ministro reconhece que a tragédia de Canchungo deixou aquela cidade completamente abalada e promete dar todo o apoio necessário às vitimas.

O executivo assegura que todos os mecanismos serão accionados para garantir o acompanhamento as vitimas e seus familiares.

"Perante este triste acontecimento, que não poderia deixar de constituir preocupação do Governo, será instituído um gabinete da crise para coordenar todos os esforços necessários de apoio às vítimas", refere o comunicado.

Uma outra reacção à tragédia de Canchungo é do Presidente do Partido da Renovação Social(PRS), a segunda maior força política do país, Alberto Nambeia que lamentou o ocorrido.

O líder dos renovadores expressa no comunicado enviado à RDN o seu sentimento de dor e de solidariedade para com as famílias enlutadas.

O referido prédio desmoronou segunda-feira quando um grupo de populares seguia um encontro de futebol a partir do prédio ainda em construção mas que já tinha alguns inquilinos que ocuparam o rés do chão.

ANG/ÂC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw