Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quarta, 14 de Novembro de 2018
Todas as categorias
Internacional
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


ONU/ Guiné-Bissau não conseguiu elevar a sua renda per-capita ao longo dos 43 anos da independência”, diz Carlos Lopes

2016-09-30

(ANG) – O secretário executivo da Comissão das Nações Unidas para a Àfrica, o guineense Carlos Lopes afirmou que o país está entre as três economias mais pequenas da África por não conseguir elevar a sua renda “per-capita” ao longo dos 43 anos da independência. Carlos Lopes



Em entrevista a Rádio França Internacional, Carlos Lopes disse que isto acontece apesar de o país ter superfície e população maior do que os outros países do continente com igual performance.

O secretário executivo da comissão economica das Nações Unidas para África lamenta a situação da Guiné-Bissau e considera o seu país como um “caso raro” em África.

“Os 43 anos de independência não levaram a um aumento de renda per-capita. portanto, podemos dizer que é um dos países raros em Africa, que não teve um crescimento consentâneo com aquilo que deveriam ser as suas possibilidades”, disse o alto funcionário da ONU.

Sobre o impasse vigente na Guiné-Bissau, Carlos Lopes espera que o plano apresentado pela Comunidade Econ[omica dos Estados da África Ocidental(CEDEAO), seja bem-sucedido para que o país possa encontrar uma solução à crise, e manifesta-se optimista pelo facto de todas as partes terem assinado o acordo de princípio que sirva de uma ponte para a estabilização do país.

Carlos Lopes esteve quarta-feira em Paris, França, onde participa num evento na UNESCO, no âmbito do Dia Mundial de acesso universal à informação.

ANG/RFI


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw