Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quarta, 19 de Dezembro de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Política/ “PAIGC não negoceia seus valores”, diz Simões Pereira

2016-10-04

(ANG) - O Presidente do PAIGC disse, este fim-de-semana, que o seu partido não pode negociar os seus princípios e nem valores tendo pedido os 15 dissidentes para voltarem ao partido libertador e apresentar as suas preocupações naquilo que é a linha programática do partido.



Domingos Simões Pereira, que falava em exclusivo á Rádio Sol Mansi (RSM) a margem da reunião ordinário do Conselho Regional do partido em Cacheu, realizado em São Domingos, exortou aos órgãos superiores do PAIGC no sentido de receber os que têm opinião diferente da maioria, numa demosntração de abertura ao diálogo.

“Fizemos questão de mencionar, de uma forma muito clara, que o partido não pode negociar os seus princípios e valores”, afirmou.

Simões Pereira garante que o PAIGC não depende de ninguém porque “no princípio democrático quem decide é o povo”.

“No último pleito eleitoral (realizado em Abril de 2014), o PAIGC foi escolhido como o legítimo representante do povo guineense. Portanto, para o resto da última legislatura existem só duas alternativas; respeitar esta vontade popular ou devolver palavra ao povo guineense.Não poderá haver a terceira alternativa”, defende o líder dos libertadores.

A primeira ronda negocial entre a direcção do PAIGC e o grupo dos 15 marcado para segunda-feira, em Bissau, para a busca de um ponto comum de entendimento, foi adiado sine die.

ANG/RSM


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw