Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Terça, 26 de Setembro de 2017
Todas as categorias
Saúde
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Saúde pública/ Fundação West-África financia abertura de Centro de Hemodiálise em Bissau

2016-10-07

(ANG) – O Representante da Fundação alemã West-África em Bissau confirmou hoje que a organização vai financiar a abertura do primeiro Centro de tratamento de insuficiência renal, no Hospital Nacional Simão Mendes.



Califa Soares Cassamá, em entrevista exclusiva a ANG, disse que a iniciativa que conta com um envelope financeiro na ordem de mais de 100 mil euros realiza-se em resposta há um pedido formulado aos responsáveis da fundação, em Berlim pelo Embaixador da Guiné-Bissau na Alemanha, Malam Djassi. Acrescentou que o financiamento do Centro de Hemodiálise foi confirmado ao ministro de Saúde e ao Presidente da República, quarta-feira.

“Como sabe, o país já tinha os equipamentos para o Centro Hemodiálises fornecido em 2014 pela organização alemã denominada Frasenius Medical Care, mas que desde então, não foram instalados por não terem sido pagos “, disse.

Segundo o representante da West-África em Bissau a fundação vai agora assumir os custos do pagamento desses equipamentos a empresa fornecedora, de sua instalação no Hospital Nacional Simão Mendes, e também de formação dos técnicos nacionais que vão manejar esses equipamentos.

Califa Cassamá lamentou que passados 43 anos de independência o país ainda continua sem nenhum centro de hemodiálise para o tratamento do problema de rins que hoje no mundo constitui um dos maiores dores de cabeça para a medicina.

“Os quadros guineenses formados na área hoje não estão no país porque não têm onde trabalhar . Foi isso que a nossa fundação analisou e chegou a conclusão de que deve patrocinar a instalação do centro e neste momento os processos burocráticos estão em curso para a sua concretização ”, explicou.

De acordo com aquele responsável da fundação em Bissau, receberam a garantia do ministro da Saúde que já têm um sítio reparado e preparado para a instalação dos equipamentos e vai passar a funcionar como primeiro Centro de Hemodiálise na Guiné-Bissau.

Questionado para quanto o início dos trabalhos, Califa Cassamá frisou que, se depender só da fundação West-África, vai ser dentro de pouco tempo.

Por outro lado, Cassamá anunciou que a fundação irá proceder dentro de dias a entrega formal de um recarregamento de medicamentos e materiais médicos angariados na Alemanha através de um grupo de amigos da Guiné-Bissau.

A Fundação West-África é uma organização alemã recém-criada que executa as suas acções na África ocidental com a colaboração de uma empresa de nome Augustus que já operava no país e está a instalar-se nos países onde vai intervir e na Guiné-Bissau os apoios serão dadas as áreas da Educação e Saúde.

ANG/MSC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw