Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quarta, 19 de Dezembro de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Crise política/ Sociedade Civil ameaça levar a cabo acções de protestos caso encontro de Conacri não surtir efeitos esperados

2016-10-13

(ANG) - O porta-voz do Movimento Nacional da Sociedade Civil disse que vão levar a cabo várias acções de protestos incluindo manifestações cívicas se o encontro de Conacri não surtir efeitos desejados.



Em entrevista exclusiva concedida hoje à ANG, Mamadu Queita informou que apesar de tudo estão muito esperançados que o encontro de Conacri, traga um resultado positivo.

“Mas na eventualidade de não chegarem a um acordo para formação de governo inclusivo e fazer funcionar o país a Sociedade Civil vai exigir aos políticos que cheguem a um consenso para desbloquear o país com reivindicações ” informou.

Questionado sobre as opiniões segundo as quais a Sociedade Civil está um ´pouco pacífica em relação a crise vigente, aquele responsável explicou que isso deve-se as acções de diálogo proactivos com as partes em litígio com o objectivo de encontrar uma solução.

Mamadu Queita disse que apesar disso a crise persiste, salientando que agora já chegou o limite porque o povo está cansado.

Pediu a população que continue a ter coragem e esperança porque os melhores dias estão para vir, acrescentando que devem contudo estar atvfg5.jpgentos fazendo exigências aos governantes no sentido de assumirem as suas responsabilidades de governar porque foi por isso que foram eleitos.

“Confiante no grau de maturidade politica e no espírito patriótico dos participantes na negociação de Conacri, as Organizações da Sociedade Civil esperam aplaudir os resultados positivos alcançados através de uma recepção calorosa da comitiva “, prometeu.

Mamadú Queita disse que o Movimento manifesta igualmente o reconhecimento da comunidade internacional, em especial do Presidente da Guiné-Conacri Alpha Conde mediador da CEDEAO para a crise guineense, pelo esforço e o papel desempenhado na procura de solução.

ANG/MSC/ÂC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw