Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 20 de Novembro de 2017
Todas as categorias
Saúde
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Saúde animal/ Governo lança campanha gratuita de vacinação contra raiva

2015-08-11

(ANG) - O Governo através da Direcção Geral da Veterinária lançou hoje uma campanha gratuita de vacinação Anti-Rabica, com objectivo de vacinar 20 mil cães a nível nacional e minimizar as perdas das vidas humanas



Em declarações a imprensa o Director dos Serviços Veterinário disse que a campanha que já está em curso desde o dia 1 de Agosto e que prolongar-se-á até o próximo dia 1 de Setembro do corrente ano vem na sequência das constantes mordidas dos cães às pessoas em diferentes localidades do país

Ivo Mendes sublinhou que a campanha foi graças aos apoios do Rei de Marrocos, aquando da sua visita ao país e que entendeu por bem oferecer as doses de vacinas, porque a raiva se tornou num problema mundial.

O director de serviços da Veterinária informou que só no sector de Calequisse, região de Cacheu, 19 pessoas foram mordidas pelos cães, dentre elas quatro morreram, para além dos casos considerados isolados ou desconhecidos.

“Quando uma pessoa for mordida pelo cão, deve informar o mais urgente possível um técnico de saúde, porque a ferida pode sarar, mas durante um certo tempo pode arrebentar-se causando morte a pessoa” explicou.

Aquele responsável veterinário informou ainda que desde o inicio da campanha já foram vacinadas 400 cães só a nível de Bissau, e no interior do país as vacinas já foram repartidas para cada zona e serão igualmente gratuitas.

Pediu a todos os donos dos cães a levarem os seus animais para serem vacinados nos postos de veterinária mais próximo.

Ivo Mendes informou que no dia 28 de Novembro do ano em curso vai ser celebrado o Dia Internacional da Raiva, onde vai ser realizada uma cerimónia oficial alusivo a data para depois abrir a segunda etapa da campanha para atender os que não tiveram oportunidade de vacinar os seus animais durante a primeira fase.

“A raiva é transmitida através da mordida não só de cães mais também de outros animais como gatos, macacos que as pessoas domesticam em suas casas", explicou.

Segundo ele, as sintomas são idênticas dum cão doente de raiva ou seja a pessoa começa a salivar e torna-se agressivo.

O director dos serviços de veterinária orientou as pessoas a não matar um cão quando este morde alguém, acrescentando que devem isolar o animal num lugar seguro até passar 21 dias e se o cão em causa continuar a comer e a beber, não há necessidade de vaciná-lo porque não tem raiva.

ANG/MSC/ÂC


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw