Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quinta, 23 de Novembro de 2017
Todas as categorias
Comunicações
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Comunicações/ Empresa tunisina “Prodit” vai modernizar servicos dos Correios

2016-11-03

(ANG) – A empresa tunisina denominada “Prodit” vai modernizar os Correios da Guiné-Bissau com a disponibilizacao de novos servicos de tecnologia de comunicacoes no quadro das restruturacoes que a impresa promete implementer.



Ao presidir hoje a cerimónia do lançamento do projecto da modernização dos Correios da Guiné-Bissau, o secretário de Estado dos Transportes e Comunicações afirmou que a iniciativa enquadra-se nas recomendações da última reunião do Conselho de Administração da Comunidade Postal da África Ocidental, realizada em julho, em Niamey(Niger).

Fidélis Forbs sublinhou que, face ao estado degradante em que se encontra actualmente os Correios a Guiné-Bissau, o governo entendeu que era necessário contratar um consultor no sentido de fazer um trabalho exaustivo do seu relançamento de acordo com a realidade do país.

O governante afirmou que os Correios da Guiné-Bissau dispõe de infraestruturas que actualmente não estão a ser aproveitadas, e que consequenctemente a empresa não esta a render para fazer face as obrigacoes de pagamento de salarios aos seus funcionarios.

“Pretendemos fazer um Correio aproximado às populações e todos os serviços do Estado com a implementação de novos serviços”, prometeu.

Fidélis Forbs frisou que existem vários serviços que os Correios podem oferecer às populações nomeadamente o pagamento de facturas de luz e água, bilhetes de identidade, emissões de passaportes, cartas de condução, entre outros.

Afirmou ainda que os Correios tem delegacias em quase todos os bairros e regiões, e por isso pode servir de pagador de salários aos funcionários residentes no interior do país minimizando os custos das suas deslocações para Bissau.

Por sua vez, o Presidente Director-geral dos Correios da Guiné-Bissau, Filomento Gomes Cuíno explicou que o projecto terá grande benefício integral para a economia guineense.

“Os Correios há muito que precisa de um parceiro forte como a Prodit que lhe vai ajudar na implementação de novos serviços em termos de tecnologias de comunicação”,referiu.

Aquele responsável indicou que, se tudo correr como previsto, os técnicos da empresa Prodit estarão em Bissau em Janeiro de 2017 para a implementação prática da acções de modernização dos Correios.

Segundo Riadh Ayazi, Director-geral da empresa Prodit, vai se investir para a modernização dos serviços postal, administrativo e formação do pessoal .

ANG/ÂC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw