Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 25 de Setembro de 2017
Todas as categorias
Saúde
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Inquéritos MICS-5 Guiné-Bissau regista redução de taxa de mortalidade infantojuvenil

2015-04-10

A Guiné-Bissau registou uma redução da mortalidade infantojuvenil de 116, em 2010, para 89 por mil, segundo os Inquéritos sobre os indicadores múltiplos (MICS-5) de 2014 sobre a infância.



Os dados foram apresentados hoje em Bissau pela Coordenadora do Sistema das Nações Unidas na Guiné-Bissau, Maria do Vale Ribeiro, durante a cerimônia de apresentação pública do “MICS-5 de 2014”, presidida pelo Ministro da Economia e Finanças.

Vale Ribeiro, acrescentou igualmente, que o acesso as fontes de água melhorada aumentou para 75 por cento.

No entanto pede as autoridades para fazerem face aos indicadores sobre a mortalidade materna que registam 900 óbitos durante a gravidez, parto ou dois meses depois do parto, por cada 100 mil nascimentos.

Outra preocupação da Maria Ribeiro tem que ver com a excisão feminina que, segunda ela, a sua prevalência entre as crianças de zero e 14 anos, aumentou em 10 pontos por cento. A Coordenadora Residente do Sistema das Nações Unidas afirmou que os resultados dos inquéritos reafirmaram o apoio do sistema da ONU ao pais, através da UNICEF, para que a Guiné-Bissau consiga alcançar os progressos visados em relação a situação das crianças e mulheres.

Na abertura da cerimónia, o Ministro da Economia e Finanças agradeceu aos que participaram nos trabalhos destes inquéritos e, em particular, aos organismos internacionais pelos apoios financeiro e técnico dados a Direcção-geral do Plano e ao Instituto Nacional das Estatísticas.

Geraldo Martins destacou a importância dos mesmos, porque, segundo ele, vão permitir ao governo planificar e orientar melhor as suas políticas públicas nos domínios abordados.

O Programa Global MICS foi desenvolvido pela UNICEF nos anos 90 como um programa internacional de inquéritos aos agregados familiares para avaliação dos progressos alcançados em relação a um conjunto de metas que promovem o bem-estar e os direitos da criança no mundo.

O mesmo foi estabelecido em 1990, na Cimeira Mundial sobre a Infância, em Nova Iorque, Estados Unidos de América.

Na cerimónia do lançamento do MICS-5 estiveram presentes os técnicos de vários ministérios, representantes dos organismos internacionais e das organizações não-governamentais.


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw