Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quarta, 14 de Novembro de 2018
Todas as categorias
Internacional
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


COP22/Dia da imprensa/ Profissionais de imprensa e especialistas destacam papel da média na divulgação das ações contra as mudanças climáticas

2016-11-10

Profissionais de imprensa e especialistas destacam papel da média na divulgação das ações contra as mudanças climáticas



Marrakech, 10 Nov 16 (ANG) - Profissionais de Comunicação e peritos ambientais destacaram quarta-feira em Marrakech, Marrocos, o papel que os meios de comunicação social podem desempenhar para a protecção do ambiente, preservação da natureza e na luta contra as alterações climáticas.

Delegados de vários países, peritos ambientais, jornalistas e técnicos de comunicação social encontravam-se reunidos num evento organizado pela Alta Autoridade da Comunicação da COP22, na chamada “ Zona Verde” do complexo de tenda que acolhe a 22ª Convenção da ONU sobre Alterações Climáticas (COP22).

O encontro serviu para sensibilizar o público em geral e as partes envolvidas sobre a importância da imprensa na luta contra as alterações climáticas e na divulgação dos seus efeitos, visando a proteção da natureza e do planeta em geral.

"A média é um fator-chave e instrumento imprescindível na difusão de informações sobre o acordo de Paris, em todas as suas facetas junto ao público em geral’, vincou El Yazami, responsável pelas organizações da Sociedade Civil presentes no certame.

Por seu lado, Nizar Baraka, Presidente do Comitê Científico do COP22 destacou que face a situação actual do ambiente no mundo é necessário uma mudança radical de paradigma, nomeadamente nos hábitos diários de cada um, concretamente os cidadãos, Estados, instituições, jornalistas, organizações, indivíduos e grupos.

“A média precisa esclarecer e simplificar esta nova lógica para os cidadãos e transmitir experiências e iniciativas bem-sucedidas na luta contra as alterações climáticas", referiu.

Os dois palestrantes coincidiram na exaltação das necessidades de formação e superação dos jornalistas em matéria de proteção do meio ambiente.

Presentes no evento estiveram directores das agências de notícias, estações de rádio, televisão e jornais públicos e privados Internacionais.

José Augusto Mendonça, enviado especial da ANG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw