Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Terça, 26 de Setembro de 2017
Todas as categorias
Sociedade
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Energia elétrica/ EAGB promete fornecimento permanente a partir da próxima semana

2016-12-09

(ANG) – A Empresa da Eletricidade e Àguas da Guiné-Bissau(EAGB) assegurou quarta-feira que vai fornecer a energia elétrica 24/24 horas a partir da próxima semana aos seus clientes .



A garantia do director geral da EAGB em conferencia de imprensa para explicar a situacao de fornecimento irregularidade da electricidade que se tem verificado nos ultimos tempos em Bissau.

“O apagão registado na cidade de Bissau nos primeiros dias deste mês foi devido a uma avaria no grupo de geradores, motivada pela sobre-carga, uma vez que neste momento a procura é superior a oferta”, René de Barros esclareceu.

René Barros acrescentou a situacao dos ultimos dias relaciona-se tambem com ensaios que se efectua num dos grupos de geradores que a EAGB acabou de alugar de uma empresa estrangeira, a qual nao referiu e muito menos citou as condicoes, para desta forma fazer face a procura que "neste momento está acima da capacidade de produção da EAGB".

“Com instalação destes grupos e até o final da semana a EAGB estará em condições de aumentar a sua capacidade de produção de 10 para 15 mega”, assegurou o Director geral.

Aquele responsável reconheceu, contudo, que o serviço que a empresa oferece aos seus clientes em termos de fornecimento de energia, fica aquem do desejado, pelo que deixou promessa de que a EAGB se empenhara mais no sentido de melhorar os seus serviços.

René Barros perspectiva melhores dias em termos de fornecimentos, sobretudo ao referir-se ao início das obras de construção da nova Central Elétrica em Bôr com capacidade de produção de 15 mega, financiada pelo Banco Oeste Africano de Desenvolvimento (BOAD).

Garantiu tambem o projecto de energia electrica enquandrado pela Organização para Aproveitamento da Bacia do Rio Gâmbia(OMVG). Assim, afirmou que a barragem de Kaleta se encontra pronta a funcionar, restando a parte guineense criar condições para receber a corrente eléctrica a partir da mesma.

ANG/LPG/ÂC/JAM


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw