Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quinta, 13 de Dezembro de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Política/ Chefe de estado garante continuidade do governo até eleições de 2018

2016-12-22

(ANG) – O Presidente da República José Mário Vaz garantiu hoje a continuidade do actual governo, liderado por Umaro Sissoco, até a realização das eleições legislativas em 2018.



Mario Vaz deu essa garantia em declarações à imprensa após uma visita à escola de ensino básico Unificado Ernesto Che Guevara e o Centro de Formação Professional Brasil Guiné-Bissau, sito na granja de Pessubé, em Bissau.

Na sua pequena declaração perante os estudantes do referido Centro, O chefe de Estado prometeu ainda apoiar os melhores estudantes na criação de empresas e disse que gostava de um dia conhecer empresas dos jovens que estão a frequentar os cursos de formação profissional.

Em relação a educação, José Mário Vaz considerou a educação de um elemento muito importante, por isso pediu aos país e encarregados de educação a mandarem os seus educandos para as escolas, porque a diferença entre os homens se evidencia na formação de cada um .

O chefe de estado prometeu criar condições para servir melhor as crianças em termos de acesso à educação.

O Embaixador do Brasil, Fernando Aparício da Silva mostrou-se satisfeito com a visita do Chefe de estado, e sublinhou que o centro é tradução daquilo que é a cooperação entre os dois países com base nas propostas e necessidades.

Disse que cada vez que visita o centro fica constata com satisfação o trabalho que está a ser levado a cabo pelos responsáveis e professores do centro .

Na cerimónia, o Director do Centro de Formação Professional Guiné-Bissau Brasil, Manuel Sami anunciou as perspectivas de mudanças previstas, nomeadamente a transformação dos cursos intensivos em diferentes áreas para cursos de longa duração, e estabelecimento de parcerias com instituições públicas e privadas para assegurar estágios e enquadramento dos formados.

O Centro iniciou os trabalhos com quatro áreas de formação, nomeadamente Carpintaria, Electricidade, Canalização e Pedreiro, com oito instrutores nacionais e 32 formandos. Em 2010 a formação se estendeu as áreas de Corte e Costura, Refrigeração, Manutenção e Reparação de Computadores.

Segundo Manuel Sami o referido centro já formou 2.715 professionais.

ANG/LPG/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw