Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Terça, 21 de Novembro de 2017
Todas as categorias
Sociedade
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Ano Novo/ Guineenses aspiram entendimento entre políticos

2017-01-03

(ANG) – Alguns citadinos guineenses manifestaram hoje o desejo de 2017 ser portador de novas ideias e visão, e para que, finalmente, a classe politica do pais se entenda.



Em declaracões a Agência de Notícias da Guiné (ANG), o funcionário público João Carlos Tavares, disse que 2016 deixou uma desordem e falta de compreensão na classe política guineense.

Disse esperar que 2017 seja um ano de total mudança de mentalidade na classe s política, a fim de poder corresponder com as espectativas do povo.

“O nosso país é bastante pequeno em termos de superfície com uma população humilde e muito compreensivo. por isso, não custa nada as pessoas se sentarem a mesma mesa e procurarem se entender para que juntos possamos empurrar o pais para um rumo certo”, condierou Tavares.

Para a estudante universitária Marisa Pereira, 2017 será o ano de arranque em todos os sectores da vida nacional.

“Brevemente vamos deixar de pensar somente na política, porque vamos poder acompanhar a nossa Seleção Nacional de Futebol no Campeonato Africano das Nações (CAN), e isso já é um bom começo do ano ”, disse Marisa Pereira.

A estudante universitária apela ao Presidente da República, José Mário Vaz como sendo o primeiro magistrado da Nação, a usar toda a sua influência assim como poder de negociar com o PAIGC e grupo dos “Quinze” e todas as partes envolvidos na crise, a fim de encontrarem uma saída para o bem do povo guineense.

Por seu turno, a comerciante Rozita Pinto Indequi realçou que os guineenses vão poder aprender e corrigir os erros comeido no ano transato.

Disse acreditar que 2017 será o ano de muito suor, trabalho, empenho, entendimento e união de ideias para, juntos os guineenses construírem um futuro próspero.

Entretanto o veterano motorista Armando Camara, disse que esperar que Deus abençoe a Guiné-Bissau neste recente ano, para que os homens saibam cultivar o clima da paz dentro do território guineense porque acredita que são mesmo capazes de fazer isso.

ANG/LLA-SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw