Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quinta, 13 de Dezembro de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Política/ Lançado Movimento para Instauração da Disciplina e Ordem no PAIGC

2017-01-04

(ANG) - O Movimento para Instauração da Disciplina e Ordem no PAIGC qualificou esta terça-feira de “obscuras e duvidosas” as acções do actual Primeiro-ministro da Guiné-Bissau.



Em conferência de imprensa na qual o grupo anunciou a criação do movimento, Pedro de Carvalho, criticou que, actualmente no país, as funções de Primeiro-ministro são comercializadas, o que coloca em perigo a democracia guineense.

Acusou o Presidente José Mário Vaz de ser o promotor da crise política na Guiné-Bissau, por criar e apadrinhar o grupo dos 15 para se aliar com o Partido da Renovação Social(PRS).

Por sua vez, o Presidente do Movimento, Serifo Sane defendeu que a Ordem e a disciplina partidária são instrumentos que guiam os ideais do PAIGC.

Referiu que o Presidente da República demitiu o Governo de Simões Pereira com alegações de ter governantes indiciados na justiça, mas que deu posse ao governo liderado por Umaro Sissoco Embalo que integra dirigentes com os mesmos problemas.

“A nossa organização não irá compactuar com a tirania.Assim sendo, a nossa tolerância é zero aos que remam de má-fé contra a vontade popular”, afirmou Sané.

ANG/AALS/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw