Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Terça, 26 de Setembro de 2017
Todas as categorias
Justiça
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Crime/ Polícia Judiciaria desmantela rede de fabrico e venda de equipamentos da seleção nacional de futebol

2017-01-06

(ANG) - A Polícia Judiciária (PJ) da Guiné-Bissau desmantelou uma rede de fabrico e venda de equipamentos contrafeitos da seleção de futebol que se prepara para o Campeonato Africano das Nações (CAN2017), informou quinta-feira o diretor adjunto da corporação.



Fernando Jorge da Costa disse, em conferência de imprensa, que a PJ capturou e tem já na sua posse 531 cachecóis, 100 camisolas e calcões e 311 Chinelos com símbolos da Guiné-Bissau, fabricados ilegalmente por comerciantes chineses e da Guiné-Conacri.

Os equipamentos já estavam a ser comercializados nos mercados de Bissau de onde foram retirados por agentes da PJ, indicou ainda o diretor adjunto da corporação que aponta para crime de contrafação de material desportivo.

A Federação de Futebol da Guiné-Bissau celebrou contrato com algumas empresas para a produção de materiais de propaganda da seleção.

Os autores da contrafação dos equipamentos dos "djurtus" serão encaminhados para o Ministério Público que posteriormente fará seguir o processo para os tribunais, precisou Fernando Jorge da Costa.

A Guiné-Bissau prepara a sua primeira participação numa fase final do CAN que será disputado entre 14 de janeiro a 05 de fevereiro no Gabão.

Os guineenses integram o grupo A da competição juntamente com o Gabão, Burkina-Faso e os Camarões. Abrem a competição no dia 14 defrontando o Gabão.

ANG/LUSA


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw