Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Domingo, 24 de Setembro de 2017
Todas as categorias
Justiça
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Justiça/ Ministério Público e Parlamento “trocam mimos” sobre audição do deputado Domingos Simões Pereira

2017-01-18

(ANG) – O presidente do PAIGC e deputado da Nação, Domingos Simões Pereira deve ser ouvido pelo ministério público na qualidade de testemunha, no âmbito de três processos relacionados a supostos crimes económicos.



A informação consta num comunicado da Procuradoria- Geral da República (PGR) à que a ANG teve acesso.

Conforme o comunicado desta instância judiciária que reage a resposta do parlamento que pede ao Ministério Público que indicasse os processos sobre os quais Simões Pereira pretende ser ouvido, estão em causa, nomeadamente um suposto desvios de fundos para o pagamento das obras de reparação das embaixadas da Guiné-Bissau na Bélgica e em Portugal.

Igualmente, de acordo com a Procuradoria- Geral da República, o ex-governante deve ser ouvido por alegada compra de créditos junto de bancos comerciais no país e por “denúncia” de um suposto envolvimento do Presidente da República José Mário Vaz, nos negócios ilícitos nas pescas, madeira e areias pesadas de Varela (norte da Guiné).

“Assim, foi nesta base que a Procuradoria- Geral da República solicitou recentemente a Mesa da Assembleia Nacional Popular, no sentido de autorizar a audição, pelo Ministério Público do deputado em causa, como rege o Estatuto dos Deputados da Nação”, refere a nota.

A PGR refere ainda que, “não obstante o cumprimento de todas as formalidades legais, a mesa da Assembleia Nacional Popular, em resposta à essa solicitação, ainda pede a Procuradoria -Geral da República que indicasse os processos sobre os quais, o deputado em causa, pretende ser ouvido”.

Por isso, Ministério Público pede a colaboração, tanto dos cidadãos, como de todas as instituições da República para a realização de “boa justiça“, que se quer no país.

Domingos Simões Pereira, deputado da nação e ex-Primeiro-ministro do primeiro governo formado depois das eleições gerais de 2014, é igualmente o Presidente do PAIGC, maior partido do país.

ANG/QC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw