Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Sexta, 24 de Novembro de 2017
Todas as categorias
Justiça
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Criminalidade/ Oito agentes Policia da Guiné-Bissau detidos por suspeita de homicídio

2017-01-31

(ANG) - Oito agentes da Polícia de Ordem Pública estão detidos nas celas da Policia Judiciaria por suspeita de participação direta no assassínio de um homem que tinha sido detido por furto, disse à Lusa fonte policial.



Segundo a Lusa que cita uma fonte da Policia Judiciária, os referidos agentes deverão ser ouvidos pelo Ministério Público nos próximos dias, e já foram inquiridos num processo interno aberto pelo Ministério do Interior.

O caso foi denunciado na sexta-feira pela Liga Guineense dos Direitos Humanos.

Sadjo Baldé, guineense de 34 anos, teria sido torturado até à morte na sétima esquadra de Bissau, na noite de 22 de janeiro.

O homem tinha sido detido por furto, após queixa apresentada pela família.

O presidente da Liga Guineense dos Direitos Humanos, segundo a Lusa , espera que "todos os procedimentos legais sejam acionados" ao nível do Ministério Público para que o homicídio seja esclarecido.

Augusto Mário da Silva, presidente da Liga, também espera ver o Ministério do Interior a encetar as diligências administrativas contra os agentes suspeitos.

"É preciso um processo de inquérito interno que possa levar até à expulsão dos culpados", observou o dirigente da Liga, que defende "mão dura do Estado" para desencorajar o que diz ser prática recorrente em certas esquadras do país.

Afirmou ainda que a LGDH "irá até as últimas consequências" para que os autores do crime sejam identificados e castigados.

"A polícia tem que saber de uma vez por todas que existe para proteger os cidadãos", defendeu Augusto da Silva, satisfeito com o facto de os agentes terem sido levados sob custódia para as celas da PJ.

ANG/Lusa


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw