Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Domingo, 17 de Dezembro de 2017
Todas as categorias
Desporto
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Can2017/ ”Não tenho nenhum problema que me impede de jogar”, diz Bocundji Cá

2017-02-01

(ANG) - O Capitão da seleção Nacional ‘Djurtus’, Bocundji Cá esclareceu terça-feira, que não tem nenhuma lesão que o impediu de jogar no Campeonato Africano das Nações, a decorrer no Gabão.



O capitão da seleção nacional de futebol, estranhamente, não disputou nenhum dos três jogos dos ‘Djurtus’ no CAN e a sua ausência na competição continua a suscitar polémica no país.

Solicitado a pronunciar-se sobre a sua relação com os elementos da equipa técnica, particularmente com o selecionador principal Baciro Candé, Bocundji Cá revela que houve problema entre a equipa técnica e os jogadores, mas não especificou a natureza do alegado problema nem os elementos supostamente envolvidos no mesmo.

Assegurou que apesar de ter havido ‘problema’ no seio dos ‘Djurtus’, isso não refletiu no desempenho dos jogadores durante a prova. Destacou a dedicação dos seus colegas em três jogos disputados no Gabão.

“No Gabão fui deixado de fora em tudo que se fazia na seleção. Não fiz parte das escolhas dos técnicos por causa da opção técnica, mas eu garanto-vos que fisicamente estou bem. Preparei-me muito para esta competição, jogo na minha equipa Stade de Reims.

Não tenho nenhum problema que me impossibilita jogar, até porque fui alinhado no último jogo de apuramento”, esclareceu em conferência de imprensa, em Bissau, referindo que nos jogos de apuramento sempre foi consultado sobre o onze a entrar em campo.

“Estou aqui não para contar os detalhes dos problemas que aconteceram no Gabão ou para atribuir culpa ou responsabilidade a alguém.

Estou aqui para contar que esqueci o que se passou e pedir aos meus fãs a fazerem o mesmo. Eles devem esquecer que o Bucundji não jogou. Podem ter a certeza de que não abandonarei o barco por causa do que aconteceu no Gabão. Sou capitão da seleção nacional da Guiné-Bissau”, garante Bocundji.

Não tendo sido alinhado em nenhuma das partidas da seleção no Gabão, muitos amantes do desporto se interrogaram da ausência do capitão, aliás no regresso, o selecionador, Baciro Candé foi confrontado com a questão mas limitou-se a dizer que não tem explicações a dar sobre a não utilização de Bocundji Cá.

ANG/O Democrata


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw