Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 10 de Dezembro de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Simpósio Internacional/ Participantes recomendam promoção de diálogo para promoção da reconciliação nacional

2017-02-13

(ANG) - Os participantes no Simpósio Internacional que decorreu em Bissau de 8 à 11 de Fevereiro recomendaram a promoção de diálogo no seio dos guineenses de modo a atingir os objecivos de reconciliação nacional e a estabilidade política para o desenvolvimento da Guiné-Bissau.



Apelaram à Comissão Organizadora da Conferência no sentido de assumir e ser interlocutor entre os guineenses de forma a fazer com que os problemas existentes sejam resolvidos na base de diálogo construtivo.

Recomendaram igualmente a promoção de acções de sensibilizações juntos dos órgãos da comunicação social e dos membros da sociedade civil e exortaram os líderes políticos à fazerem as suas lutas políticas através de diálogo , a fim de salvaguardar uma democracia construtiva.

Exortaram aos órgãos da soberania à respeitarem sempre a vontade popular expressa nas urnas e encorajam as Forças de Defesa e Segurança, pela posição assumida perante a crise política vigente.

Por sua vez, o Presidente da Comissão Organizadora da Conferência Nacional de Paz e Reconciliação Padre Domingos da Fonseca disse que a injustiça social e o subdesenvolvimento são factores de energia negativa no processo da reconciliação entre os guineenses.

Padre Domingos da Fonseca disse que só com a correcção dos erros do passado é que se pode construir um futuro melhor e que, por isso, é que escolherem como lema do simpósio ”Nó Enfrenta Passado Pa Nó Kumpu Guiné-Bissau de Amanhã”.

“Na realidade a reconciliação, a justiça e o diálogo são sempre alicerces para resolução de qualquer que seja a situação. Por isso, é necessário que tomemos a consciência de que nós é que temos que encontrar as soluções para acabar com as constantes crises que se vive no nosso país”, disse Padre Domingos da Fonseca.

Acrescentou que o processo de diálogo nacional deve ser apropriado por todos os actores políticos e sociais, justificando que só assim é que se pode ter a coesão nacional para promover o desenvolvimento sustentável.

Domingos da Fonseca lançou um apelo aos guineenses no sentido de terem um espirito de luta para o progresso nacional com objectivo de ter paz e bem-estar para todos.

O simpósio agrupou cerca de 200 pessoas vindas de todo o país e proporcionou um momento de reflexão sobre uma perspetiva construtiva capaz de reforçar a cooperação e a solidariedade entre as instituições da Guiné-Bissau.

Marcou presença no evento o ex- representante do Secretário-geral da ONU no país, José Ramos Horta.

ANG/AALS/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw