Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Sábado, 17 de Novembro de 2018
Todas as categorias
Internacional
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Cabo verde/ RAMAO homenageia Carmen Pereira “pela coragem e participação na luta de libertação nacional “

2017-03-03

(ANG) – A Associação das Mulheres da África Ocidental – Célula de Cabo Verde (RAMAO) presta esta sexta-feira, uma homenagem a título póstumo à combatente da luta de libertação de Cabo Verde e da Guiné-Bissau, Carmen Pereira.



O acto que se realiza no âmbito das comemorações alusivas a Março Mês de Mulher, visa, segundo a presidente da RAMAO, Josefina Chantre Fortes, prestar justiça à mulher “corajosa e incrível” que participou na luta sem que lhe fosse até hoje dedicado algum tributo por essa “valentia”.

Uma mulher incrível que faleceu no ano passado e ninguém a rendeu qualquer tributo. Uma combatente da liberdade da pátria que é a nossa referência, mas que em Cabo Verde não é conhecida”, disse, sublinahdo ainda o facto de esta ter sido a primeira mulher africana a assumir o cargo de Presidente da República, embora por alguns dias.

De acordo com Josefina Chantre Fortes, Carmen Pereira ingressou na luta pela libertação em 1961, após o seu marido fugir para a Guiné-Conacri, perseguido pela Polícia Internacional e de Defesa do Estado - Direção Geral de Segurança (PIDE/DGS).

Conforme explicou, Carmen Pereira assumiu responsabilidades no movimento quando chegou a Conacri, tendo depois seguido para uma formação em Kiev, na antiga União Soviética.

A sua ascensão no seio do PAIGC foi promovida pelo próprio líder histórico da revolução, Amílcar Cabral, que a partir de 1966 inicia a mobilização das mulheres da Guiné-Bissau e de Cabo Verde para o movimento de guerrilha.

Durante o seu percurso de vida, ocupou vários cargos políticos, entre eles a presidência da Assembleia Nacional Popular, em 1980 e em 1984. Nesse ano assumiu também a presidência da Guiné-Bissau, durante três dias, tornando-se na primeira Presidente de um país africano, na altura em que a nova Constituição foi aprovada.

Entre 1975 e 1980 foi presidente do Parlamento da Guiné-Bissau e em governos posteriores assumiu as pastas da Saúde (1981-83) e dos Assuntos Sociais (1990-91).

Nasceu no dia 22 de Setembro de 1936, em Bissau e faleceu a 06 de Junho de 2016 aos 79 anos, por problemas de saúde.

ANG /Inforpress


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw