Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quinta, 13 de Dezembro de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Comunicação social/ PAIGC manifesta inquietação com o que diz ser “censura política na Televisão Pública”

2017-03-07

(ANG) – O Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) disse estar descontente com a "a persistência da prática pela TGB de censura política" de que tem vindo a ser alvo.



Em comunicado à imprensa, à que a Agência de Notícias da Guiné- ANG teve hoje acesso, o Secretariado Nacional desta formação política no país criticou a forma como a TGB utilizou imagens dos “adversários do partido” para noticiar a chegada de Domingos Simões Pereira.

Esta situação, segundo o documento, *é uma censura ignorante, provocante, e desprestigiante* para a aquele órgão da comunicação social.

O comunicado refere que tais actos *envergonham e desprestigiam* o jornalismo guineense por não estar em conformidade com os objectivos que se pretende implementar ao nível da informação.

“Apesar de inúmeras chamadas de atenção á TGB e a RDN, os dois órgãos continuam a praticar actos incompreensíveis de censura, descriminação e desrespeito contra o PAIGC”, lamenta o Secretariado Nacional dos libertadores, tendo defendido a necessidade de se repor a legalidade e os princípios básicos que assentam nos pilares de acção informativa, mobilizante e patriótica.

Por isso, o PAGIC solicita ao Conselho Nacional de Comunicação Social da Guiné-Bissau a empreender acções que estão contempladas na lei para proteger a liberdade e o respeito pela informação consignadas e garantidas pela Constituição da República.

No documento, esta formação política afirmou que não pretende ser favorecido nem tão pouco protegido porquanto a democracia é um jogo permanente de mutação, razão pela qual entende que é seu dever ético, moral e político defender uma prática correta, isenta e objectiva no exercício de informação.

ANG/LPG/ÂC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw