Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 10 de Dezembro de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Campanha de caju 2017/ “Exportação será feita com certificado nacional de qualidade da Guiné-Bissau”, diz Jaime Gomes

2017-03-07

(ANG) - A castanha de caju será exportada este ano com um Certificado Nacional de Qualidade da Guiné-Bissau, disse hoje o presidente da Associação Nacional dos Agriculores da Guiné (ANAG).



Jaime Boles Gomes que falava à imprensa em reacção ao recente anúncio pelo governo do preço minimo de 500 francos cfa ao quilo, na compra junto ao produor, afirmou que o país já dispõe de três laboratórios de análises de qualidade de produtos agrícolas, instaladas na sede da proteção vegetal, por uma empresa vietnamita.

Disse que neste momento estão a formar um grupo de jovens guineenses que irão trabalhar no referido laboratório, adiantando que vai entrar em funcionamento em Maio próximo.

Jaime Boles Gomes garantiu que existe um empresário de nacionalidade vietnamita interessada em comprar cerca de 700 mil toneladas de castanha por ano tendo lamentado que, contudo, o país produz menos desta quantia.

Questionado sobre o suposto despacho do governo que interdita os estrangeiros a comprarem a castanha das mãos dos produtores, Jaime Boles respondeu que o documento não serve para proibir nem descriminar ninguém, mas sim para fazer cumprir todas as normas legais da campanha do presente ano sem distinção.

Disse ainda que o documento esclarece que o estrangeiro tem que empregar um nacional que será seu intermediário na compra do produto na mão do produtor, não o contrário.

ANG/JD/JAM/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw