Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quarta, 22 de Novembro de 2017
Todas as categorias
Economia
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Empreendedorismo/ Conselho Nacional de Carregadores reúne sua 1ª Assembleia-geral para definir novos planos de actividades

2017-04-10

(ANG) – O Conselho Nacional dos Carregadores da Guiné-Bissau(CNC-GB), está reunido na sua 1ª Assembleia Geral na qual analisa vários documentos nomeadamente o regulamento interno, os estatutos, orçamento para o ano em curso, plano de atividades e perspectivas.



Em declarações à imprensa sobre as grandes realizações feitas por esta instituição durante o ano findo, o Presidente do Conselho de Administração do Conselho Nacional dos Carregadores afirmou que realizaram uma Conferência Sub-Regional onde tomaram parte técnicos de diferentes países membros da União Nacional dos Carregadores de África.

Vladimir Deúna disse que já conseguiram adquirir terreno para a construção do futuro `”Porto Seco”, o que deverá possibilitar o descongestionamento das mercadorias no Porto de Bissau, e facilitar os trabalhos dos operadores económicos.

“Neste momento estamos a negociar com os nossos parceiros nomeadamente o Banco Mundial no sentido de criação de condições para o arranque das obras de construção do Porto Seco, porque é um investimento de grande envergadura e que exige valores monetários elevados”, explicou.

O PCA do Conselho Nacional dos Carregadores frisou que têm ainda em carteira a construção da sede social da instituição no ano em curso, acrescentando que, para o efeito, estão a negociar com os bancos um crédito para o arranque das obras.

Ao presidir a cerimónia de abertura da 1ª Assembleia Geral do CNC-GB, o representante da Câmara do Comércio, Indústria, Agricultura e Serviços(CCIAS), Saliu Bá, afirmou que o desejo dos operadores económicos é ver o Conselho Nacional dos Carregadores com mais responsabilidade no desempenho das suas funções.

“Queremos uma competividade não só no sector marítimo, mas também nos domínios dos transportes terrestres e aéreos”, disse.

Saliu Bá disse que almejam igualmente que haja um apoio logístico aos associados que são os importadores e exportadores, acrescentando que, espera que a Assembleia Geral da CNC-GB aprove muitos documentos que contribuirão para a dinamização da organização.

ANG/ÂC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw