Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 25 de Março de 2019
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Região de Cacheu/ Populares pedem medidas contra uso da rede pesca de monofilamento

2017-04-22

(ANG) – Os populares da Região de Cacheu pediram terça -feria ao Presidente da República medidas contra o uso da rede de pesca de monofilamento no rio Cacheu.



Em declarações à imprensa, a saída do encontro com José Mário Vaz,Dede Andrade alegou que existe uma lei neste sentido razão pela qual questiona o reaparecimento da utilização das referidas redes sem que medidas punitivas sejam tomadas contra os infractores.

Disse que durante o encontro manifestaram ao chefe de estado a necessidade de haver maior controlo sobre o rio Cacheu, para acabar com o conflito que se verifica entre os pescadores nacionais e estrangeiros, bem como a participação do poder tradicional nas actividades de fiscalização marítima do rio Chaceu e no processo de negociação das canoas apreendidas por prática de pesca ilegal.

Para além disso, segundo Dede Andrade, solicitaram a reabertura do Porto de Cacheu, que liga a região à República da Gâmbia e a reactivação dos dois projectos de pescas suspensos há 19 anos, devido a guerra civil de 1998, nomeadamente a Pescarte e Vice-pesca, para evitar a saida de jovens da região para Bissau, a procura de melhores condições de vida.

Em Cacheu, o Presidente da República se reuniu igualmente com as mulheres e a saída do encontro Maria Bassem,que falou em nome das mulheres, disse que enquanto vendedoras de peixes precisam de uma câmara frigorífica,porque as duas existentes estão avariadas,bem como a criação de um Banco de crétido local.

A juventude Cacheu, atraves de Lourenço Mendes apresentaram ao chefe de estado preocupações relacionadas a educação, pedindo a construção de um centro multifuncional, da vias rodoviarias, o reforço da segurança no sectro de Canchungo e do fornecimento regular da energia electrica.

No sector de Ingoré, o Deputado eleito no circulo 19, Rui Diã de Sousa juntou a sua voz ao da população desta localidade para apresentar ao Presidente da Republica as dificuldade com que se deparam,nomeadamente a falta de água potável,as más condições de estradas,assim como a ampliação do centro de saúde local.

ANG/LPG/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw