Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 17 de Dezembro de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Política/ Juventude do PRS reage às acusações contra dirigentes do partido

2017-04-27

(ANG) – A juventude do Partido da Renovação Social(PRS), insurgiu-se contra as acusações feitas recentemente pelo líder do partido Aliança do Povo Unido(APU-PDGB), contra o secretário-geral dos renovadores, Florentino Mendes Pereira.



“A juventude do Partido da Renovação Social tomou conhecimento através dos órgãos de comunicação social, no passado dia 22 do corrente mês de mais uma acusação do Presidente da APU PDGB, desta vez contra o secretário geral do PRS, Florentino Mendes Pereira, em como teria arrendado uma casa por um período de cinco anos por dois mil euros mensais”, afirmou o Adjunto Secretário Nacional da Juventude dos renovadores, em conferência de imprensa.

Lucas Na Sanhá disse que Nuno Gomes Nabian acusou ainda o Secretário- geral do PRS de usurpação para fins próprios de combustíveis da Empresa de Electricidade e Águas da Guiné-Bissau(EAGB).

“A juventude do PRS jamais tolerará as difamações e calúnias contra os seus dirigentes, prometendo doravante responder com as mesmas moedas todos os actos do género”, prometeu.

O Adjunto Secretário Nacional da Juventude dos renovadores, recordou que num passado recente o líder do partido APU PDGB Nuno Gomes Nabian havia acusado o Presidente do PRS, Alberto Nambeia de estar a angariar fundos duvidosos no âmbito de uma viagem que efectuara à China.

“Essas afirmações são desconexas não só pelo conteúdo como também pela forma, já que, mesmo que fossem justas, por princípio de coerência não se adequam ao pronunciamento de Nuno Nabian”, explicou.

Lucas Na Sanha disse que perante as referidas acusações, tem obrigação de esclarecer e apropriar de algumas declarações de Martin Luther King que afirmou que “o que nos preocupa não é nem grito dos corruptos, dos violentos, desonestos, dos sem caracter, mais sim do silêncio dos bons”.

“É do conhecimento público que o secretário geral do PRS muito antes e assumir o pelouro de energia, já operava como empresário bem sucedido na área de combustíveis, algo que do ponto de vista constitucional não se imcompatibiliza com cargo governamental”, explicou.

O Adjunto Secretário Nacional da Juventude do PRS,disse que num passado recente assistiu-se a administração duvidosa das empresas de Agência de Aviação Civil da Guiné-Bissau e da Policlínica de Bissau das quais o Nuno Nabian era diretor-geral e que ainda pendem acusações com fortes indícios de delapidação de dinheiros públicos.

“Questionamos ainda da proveniência de tanto dinheiro aplicado na construção de um magnata pertencente ao Nuno Nabian em Bissau”, disse, tendo afirmado que Nuno Nabian jamais conseguirá realizar seus interesses mesquinhos de desacreditar o PRS.

ANG/ÂC/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw