Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 17 de Dezembro de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Crise política/ Primeiro-ministro acusa PAIGC de incumprimento das recomendações da CEDEAO

2017-05-05

(ANG) - O Primeiro-ministro acusou o PAIGC de recusar cumprir com as recomendações da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), o qual recomendou “diálogo directo” para a implementação do Acordo de Conacri.



Em comunicado do governo à que a ANG teve acesso, o primeiro-ministro lamenta o facto dos representante do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo-Verde (PAIGC), o Partido da Convergência Democrática (PCD), a União para Mudança (UM) e o Partido da Nova Democracia (PND) não terem comparecido a um convite por ele endereçado e que visava dialogarem na busca de solução para a crise política prevalecente.

Desta forma, segundo a nota do gabinete de Umaro Sissoco Embalo, o PAIGC e as demais forças políticas que boicotaram o encontro demonstraram de forma clara de que não acatarem as recomendações da missão ministerial da CEDEAO.

No documento o primeiro-ministro considerou a Assembleia Nacional Popular (ANP) de um fórum ideal para debater a actual crise a fim de poder tirar as devidas ilações sobre a clarificação da maioria e sobre o debate e eventual aprovação da proposta do programa do governo.

Referiu que o programa de governo foi entregue à ANP em tempo útil, mas por causa do bloqueio desta instituição a discussão do mesmo ainda não foi agendado.

ANG/AALS/ÂC/JAM


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw