Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 25 de Setembro de 2017
Todas as categorias
Infra-estruturas
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Bissau/Vias rodoviárias/ Governo investe 600 milhões de francos CFA na manutenção

2017-05-16

(ANG) - O Governo da Guiné-Bissau lançou oficialmente esta sexta-feira, 12 de maio 2017, as obras de manutenção de vias urbanas de Bissau, no qual o executivo disponibilizou 600 000 000 (seiscentos milhões) de francos CFA [cerca de 915 mil euros] que cobrirá o investimento nos trabalhos.



Antes a caravana ministerial, liderada pelo Ministro da Obras Públicas, Habitação e Urbanismo, Marciano Silva Barbeiro efetuou uma visita de trabalho às obras de reabilitação e construção de vias urbanas da capital guineense, designadamente as fases [I, II e III], num percurso que iniciou na retunda de Guimetal, indo até zonas de Cutum Madina e culminou com o lançamento das obras de manutenção das vias urbanas de Bissau, num ato oficial presidido pelo primeiro-ministro, Úmaro Sissoco Embaló no bairro de Cuntum, zona de ‘Las Palmeiras’.

Na ocasião, Úmaro Sissoco disse que o governo que lidera conseguiu financiar pela primeira vez na história da Guiné-Bissau as obras de manutenção de estradas com recursos internos, graças a um esforço conjunto, acrescentando que mesmo se o executivo não alcançar o valor para asfaltar as estradas, mas pelo menos pode fazer as manutenções correntes e melhorar as terras-batidas de Bissau, em vez de esperar tudo dos parceiros internacionais.

Para Marciano Silva Barbeiro, o lançamento oficial das obras de manutenção das vias urbanas de Bissau veio demostrar a vontade do executivo liderado pelo General Úmaro Sissoco Embaló em realizar obras para o bem-estar dos guineenses, sendo um feito inédito, ou seja, a primeira vez que um governo guineense financia uma obra de estrada sem contar com parceiros do país.

Direção-geral de Estradas e Pontes pretende avançar em colaboração com a Câmara Municipal de Bissau (CMB) com medidas que proíbem práticas que comprometem a durabilidade das estradas de Bissau, nomeadamente, lavagem de carros e assistência mecânica nas vias rodoviárias da capital, o que acaba por condicionar seu tempo normal de duração.

As construções de casas e armazéns em curso nas zonas húmidas [bolanhas] de Bissau, também mereceram a observação do ministro das obras públicas, Marciano Silva Barbeiro e do presidente da CMB, Baltazar Alves Cardoso. Estes responsáveis prometem para breve analisar dossiês sobre as referidas construções antes de avançar com a devida suspensão dessas obras.

ANG/O Democrata


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw