Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 20 de Novembro de 2017
Todas as categorias
Regiões
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Regiões/ “Bissorâ vai ter iluminação pública dentro de 10 meses”, diz ministro de Energia e Industria

2017-05-23

(ANG) – A cidade de Bissorá vai ter iluminação pública dentro de dez meses, anunciou segunda-feira naquela cidade, o Ministro da Energia e Industria, Florentino Mendes Pereira, no acto de lançamento da primeira pedra para a construção de uma central fotovoltaica naquela cidade nortenha.



De acordo com Mendes Pereira, a obra para o efeito foi financiada em cerca de 1.3 mil milhões de francos CFA pela UEMOA, no quadro do Programa de Desenvolvimento das Energias Renováveis e da Eficácia Energética, e que incorpora as componentes produção (painéis solares) e rede de distribuição numa extensão superior a 10 quilómetros.

Trata-se de uma central híbrida, ou seja, que vai funcionar de duas formas: através de um gerador de 100 KW e de um sistema fotovoltaica de 500 KW, esclareceu a imprensa Aime Candette, delegado da PROSOLIA Senegal, empresa encarregue das obras da nova infra-estrutura eléctrica.

“Isso contribuirá para elevar a taxa de acesso a energia eléctrica a nível das populações da região (de Oio) estimada em mais de 56.580 habitantes”, diagnosticou o ministro que lamentou que a falta de energia seja um dos obstáculos ao desenvolvimento das actividades económicas local e à satisfação das necessidades básicas das populações.

Mendes Pereira disse que foi por isso que o executivo guineense tem diligenciado esforços para criar condições para a reabilitação de infra-estruturas energéticas existentes e criação de novas visando objectivos conducentes a um desenvolvimento sustentável do sector.

Florentino Mendes Pereira destacou que o pais, enquanto membro da Organização para o Aproveitamento do Rio Gambia (OMVG) desde 1983 vem desenvolvendo acções de cooperação a fim de optimizar as vantagens do mercado integrado e da interligação das redes de transporte e distribuição da energia eléctrica.

As autoridades da Região, nomeadamente Fidel António da Silva, Administrador de Bassorá e Faustino Mango, Secretário Regional de Oio agradeceram o governo por esta iniciativa a favor da população local e advertiram a todos para que saibam acarinhar a nova infra-estrutura, abdicando-se do hábito de furtos de materiais destinados as obras sociais.

O Representante da população, Arafam Seidi manifestou a satisfação pela iniciativa e apelou ao governo no sentido de providenciar a colocação de um banco no sector para minimizar o sofrimento dos locais que são obrigados a se deslocarem até Bula ou Bissau para suas operações bancárias.

Bissora é o maior dos cinco sectores que constituem a região de Oio, no norte do pais.

ANG/JAM/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw